PUBLICIDADE
Topo

Mercado da bola e treinos: Inter começa 2020 moldado por 'estilo Coudet'

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

14/01/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Eduardo Coudet molda o início de temporada do Inter dentro e fora de campo.
  • As investidas no mercado da bola são pautadas pelo estilo de jogo que o técnico quer implantar.
  • Nos treinos, ainda que a ênfase tenha sido física, já se nota a participação do modelo de jogo dele.

O Internacional está moldando seus reforços e treinos ao estilo do novo treinador. Eduardo Coudet implanta, aos poucos, suas ideias no grupo e participa diretamente da chegada de novos jogadores.

Além do volante Damián Musto, indicação direta do comandante com o qual trabalhou em dois clubes, Coudet também foi peça importante nas chegadas de Thiago Galhardo, adversário do treinador na Libertadores de 2018 — o argentino estava no Racing —, Rodinei e Moisés.

Em relação aos laterais, o Internacional apresentou uma série de alternativas para o comandante, que preferiu dois jogadores mais físicos, com a intensidade e a velocidade como característica. Assim, o Colorado investiu no ex-jogador do Flamengo e no que chega do Bahia.

"Hoje, no futebol existe processo. Não só no Inter, mas em qualquer grande clube. Não existem mais contratações personificadas, que um gosta, que outro conhece. Isso não é mais admitido no esporte de alto rendimento", disse o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, na apresentação de Rodinei. "Ele tem as características de acordo com o que o nosso treinador pretende. Dentre muitos nomes, no planejamento, todos chegam com aval e a chancela do Coudet", completou.

Marcos Guilherme também foi escolhido pela intensidade com que atua na linha de frente. O jogador já realizou as primeiras atividades no time gaúcho.

Em campo, o argentino tratou de utilizar os primeiros dias para inserir suas características. Apreciador de deslocamentos com velocidade e pouco tempo de posse com cada atleta, instruiu toques de primeira ou no máximo com domínio e passe, corridas sem parar para frente ou para trás, mudanças de posição, muita cobrança nas atividades.

O sotaque espanhol se ouve alto pelo CT Parque Gigante. Seja de Coudet ou da comissão técnica. Misturado a gritos de comemoração quando determinado exercício é feito, ou cobranças entre os próprios jogadores.

Outra peculiaridade apresentada no gramado foi o campo extremamente reduzido para o trabalho de posse. Cinco jogadores em uma roda de bobinho, cujo campo em que era realizada mal cabiam os atletas. Poucos toques, passes rápidos e precisos, corridas curtas e intensas para abrir espaço, carrinho e vibração a cada vitória pessoal: este é o estilo Coudet de trabalhar os treinos.

O Colorado mantém a rotina de pré-temporada com dois turnos de atividades diários. O primeiro compromisso oficial da temporada será contra o Juventude, no dia 23, em Caxias do Sul, pela estreia no Campeonato Gaúcho.

Internacional