PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Reinier no Real pode ser 8ª maior venda do futebol brasileiro; veja lista

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

12/01/2020 04h00

A negociação que levará o jovem meia Reinier, do Flamengo, ao Real Madrid, da Espanha, está perto de ser concretizada neste mercado da bola e pode se tornar a oitava maior do futebol brasileiro, em valores absolutos. As conversas caminham para um acerto envolvendo 30 milhões de euros, cerca de R$ 136 milhões.

O jogador, que já era considerado uma das grandes joias do Rubro-Negro, chegou ao elenco profissional no ano passado, tendo feito 15 partidas com o grupo principal. Ele começou 2020 à disposição da seleção olímpica, que se prepara para o pré-olímpico.

A maior venda de um clube brasileiro permanece sendo a de Neymar para o Barcelona, da Espanha, oficializada em 2013. Cria das categorias de base do Santos, o jogador protagonizou uma transferência de 88,4 milhões de euros, cerca de R$ 275,3 milhões, na cotação da época. Em agosto de 2017, Neymar foi anunciado pelo PSG, da França.

Logo atrás de Neymar, outro santista e um rubro-negro, ambos com destino ao Real Madrid, da Espanha. Primeiramente, foi Vinicius Júnior. Joia do Flamengo, o jogador foi negociado em maio de 2017 por 45 milhões de euros, aproximadamente R$ 164 milhões, na ocasião.

Neymar durante sua apresentação no Barcelona, em 2013 - David Ramos/Getty Images - David Ramos/Getty Images
Imagem: David Ramos/Getty Images

Pouco mais de um ano depois, foi a vez de Rodrygo, do Santos, embarcar rumo à Espanha após negociação pelo mesmo valor: 45 milhões de euros, cerca de R$ 194 milhões, na oportunidade.

Em agosto de 2012, o São Paulo negociou Lucas Moura ao PSG, da França, por 43 milhões de euros, algo em torno R$ 108 milhões. À época, foi apontada como a maior transação da história. Em janeiro de 2018, Lucas foi para o Tottenham, da Inglaterra.

Rodrygo e Vinicius Junior marcaram pelo Real Madrid contra o Club Brugge - Dean Mouhtaropoulos/Getty Images - Dean Mouhtaropoulos/Getty Images
Rodrygo e Vinicius Junior marcaram pelo Real Madrid contra o Club Brugge
Imagem: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

O meia Lucas Paquetá, outro jogador criado no Flamengo, também tem vaga nesta lista. Em outubro de 2018, ele foi vendido ao Milan, da Itália, por 35 milhões de euros, algo em torno de R$ 150 milhões.

Gabriel Jesus, do Palmeiras, foi negociado junto ao Manchester City, da Inglaterra, por 32,75 milhões de euros, aproximadamente R$ 121,1 milhões, na conversão quando o negócio foi fechado, em agosto de 2016.

Em julho de 2012, o Internacional vendeu os direitos de Oscar ao Chelsea, da Inglaterra, por algo em torno de 32 milhões de euros, cerca de R$ 79 milhões. Na ocasião, esta foi a maior transação do futebol brasileiro. Atualmente, ele defende o Shanghai SIPG, da China.

Denílson, em 1998, deixou o São Paulo rumo ao Betis, da Espanha, por um valor estimado em 31,5 milhões de euros, aproximadamente R$ 83,9 milhões, na ocasião. Aposentado, hoje atua como apresentador de um programa esportivo.

Gabriel Jesus comemora gol do Manchester City diante do Dínamo Zagreb pela Liga dos Campeões da Europa - Matthew Childs/Reuters - Matthew Childs/Reuters
Gabriel Jesus comemora gol do City diante do Dínamo Zagreb pela Liga dos Campeões
Imagem: Matthew Childs/Reuters

O volante Arthur, do Grêmio, em março de 2018, foi negociado junto ao Barcelona por 30 milhões de euros, em torno de R$ 120 milhões. Havia variáveis que poderiam fazer a transação chegar a 40 milhões de euros, R$ 160 milhões.

A venda de Reinier ao Real Madrid está próxima de ser concretizada por 30 milhões de euros, o valor da multa rescisória dele com o Rubro-Negro carioca.

Gabigol, hoje no Flamengo, foi criado no Santos e negociado junto à Inter de Milão, da Itália, em 2016. A transação girou em torno de 27 milhões de euros, aproximadamente R$ 98,81 milhões.

Em 2013, o Atlético-MG negociou Bernard com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 25 milhões de euros, cerca de R$ 77 milhões, na oportunidade. Os valores fizeram esta ser, à época, a maior venda do Brasil.

As maiores vendas (considerando-se apenas os valores brutos e sem inflação)

- Neymar - Santos para o Barcelona (ESP) - 88,4 milhões de euros

-Vinicius Júnior - Flamengo para Real Madrid (ESP) - 45 milhões de euros
- Rodrygo - Santos para o Real Madrid (ESP) - 45 milhões de euros

- Lucas Moura - São Paulo para o PSG (FRA) - 43 milhões de euros

- Lucas Paquetá - Flamengo para o Milan (ITA) - 35 milhões de euros

- Gabriel Jesus - Palmeiras para Manchester City (ING) - 32,7 milhões de euros

- Oscar - Internacional para o Chelsea (ING) - 32 milhões de euros

- Denilson - São Paulo para o Betis (ESP) - 31,5 milhões de euros (estipulado)

- Arthur - Grêmio para Barcelona (ESP) - 30 milhões de euros
- Reinier - Flamengo para Real Madrid (ESP) - 30 milhões de euros

- Gabigol - Santos para Inter de Milão (ITA) - 27 milhões de euros

- Bernardo - Atlético-MG para Shakhtar Donetsk (UKR) - 25 milhões de euros

Futebol