PUBLICIDADE
Topo

Rumo ao Fla, Michael se despede do Goiás e promete voltar: "minha casa"

Michael, do Goiás, no Jogo das Estrelas no Maracanã - Allan Carvalho/Allan Carvalho/AGIF
Michael, do Goiás, no Jogo das Estrelas no Maracanã Imagem: Allan Carvalho/Allan Carvalho/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

10/01/2020 18h09

Negociado pelo Goiás ao Flamengo, o atacante Michael promete retornar ao Esmeraldino, clube que afirmou considerar como casa. Em entrevista concedida à TV do Goiás, o jogador afirmou que o período longe será "uma pausa".

"Vou [voltar], aqui é minha casa. Estou há três anos nesse clube maravilhoso. Espero ir e voltar em breve. A gente vai dar só uma pausa, um intervalo. Do mesmo jeito que [os torcedores] não vão poder cantar "Michael", eu também não vou poder dançar com eles. Mas, quando eu voltar, vamos poder brincar novamente", disse, em tom bem-humorado.

Michael garantiu ser uma pessoa grata e que valoriza os que lhe deram oportunidades.

"O ser humano, quando é uma pessoa mais grata... Isso não só no futebol, não, isso é na vida. É um cara mais feliz. Saber valorizar a oportunidade que cada um te dá e a confiança que cada um deposita em você, isso gera felicidade. Mas essa felicidade tem de vir junto com a gratidão. Saber valorizar, saber agradecer... Aquela pessoa que confiou em você merece um carinho especial. O que me faz diferente é isso, sou grato a tudo e a todos e dou valor ao pouquinho e ao muito da mesma forma", afirmou.

O atacante também explicou o desenho de uma tatuagem que fez recentemente, na coxa direita. Nela, um menino, que representa o próprio Michael, joga bola e tem diversos sonhos que gostaria de realizar.

Michael, que se destacou pelo Goiás, falou sobre a tatuagem que fez recentemente - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

"Fiz uma tatuagem que sou eu com a bola, um leão nas costas, com o desenho de cabelo, que sai de Poxoréu [Mato Grosso] e vem para Goiânia [Goiás]. Tinha o sonho de jogar em grandes estádios, como joguei agora na Série A, e ganhar troféu. Graças a Deus, joguei em grandes estádios e fui premiado como revelação. Hoje, saio de Goiânia e vou viajar para o mundo".

Flamengo