PUBLICIDADE
Topo

Diniz espera jogadores prontos como reforços e manutenção da base para 2020

Fernando Diniz conversa com a diretoria do São Paulo sobre o mercado da bola de 2020 - Jeferson Guareze/AGIF
Fernando Diniz conversa com a diretoria do São Paulo sobre o mercado da bola de 2020 Imagem: Jeferson Guareze/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

26/12/2019 12h00

Desde o fim do Campeonato Brasileiro, o São Paulo deixou claro que a sua prioridade no mercado da bola era trabalhar para manter o seu elenco. Com tal planejamento, o clube renovou os contratos de Igor Vinícius e de Tiago Volpi. Por outro lado, jogadores podem ser negociados para reduzir o déficit anual de R$ 180 milhões e os reforços devem ser pontuais. Ciente de tal processo, o técnico Fernando Diniz espera que os atletas que chegarem estejam prontos para atuar.

Na visão do treinador e do departamento de futebol, o elenco já tem bastante qualidade e precisa apenas de algumas peças. Neste sentido, a ideia é não contratar jogadores que demorem para se adaptar ao clube. Ou seja, logo quando for contratado, o reforço já poderia ser utilizado no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores.

Também por conta de sua situação financeira, o clube não quer fazer investimentos pesados para trazer jogadores. Como está classificado para a fase de grupos do torneio continental e pelo fato de não ser tão fácil de encontrar alguém com tais características no mercado, o clube não vê tanta urgência na hora de atuar para trazer jogadores.

Para começar 2019, por exemplo, a situação era bastante diferente. Como era necessário fazer uma reformulação no elenco e o time disputaria a Pré-Libertadores, o clube trabalhou para começar a pré-temporada com já reforços. Por isso, Hernanes e Pablo foram confirmados antes mesmo de 2018 terminar.

Além disso, pratas da casa podem ter mais chances. Os jogadores formados nas categorias de base do clube também devem ter oportunidades em 2020. Fernando Diniz gosta de trabalhar com jovens promessas e acompanha de perto o desempenho dos garotos de Cotia.

São Paulo