Topo

Vagner Mancini não cita renovação, mas diz precisar de tempo no Atlético-MG

Vagner Mancini se incomoda com a oscilação do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro - Bruno Cantini/Atlético
Vagner Mancini se incomoda com a oscilação do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro Imagem: Bruno Cantini/Atlético

Do UOL, em Belo Horizonte

28/11/2019 04h00

Vagner Mancini tem contrato até dezembro de 2019 com o Atlético-MG. Ele adota cautela e sequer cita a possibilidade de renovação do contrato. Porém, admite que precisaria de mais tempo para recuperar a equipe e também para consolidar uma forma mais ofensiva de jogo.

Contratado para apenas 13 jogos no ano, o treinador explica o que tem incomodado em sua curta passagem pelo clube mineiro e aponta dificuldade para melhorar a oscilação.

"Isso gera ansiedade. O time, em uma situação de precisar vencer partidas, gera uma certa ansiedade, que cada um administra de uma forma. Nesse final de campeonato, encontrei uma equipe com autoestima baixa. Não é do dia para a noite que você vai mudar o panorama todo. Essa oscilação é fruto de tudo aquilo que aconteceu no campeonato", disse.

Uma promessa feita por Mancini em sua chegada à Cidade do Galo era mudar a forma de jogo do time. O técnico gostaria de atuar de maneira mais ofensiva na reta final do Brasileiro. Contudo, reconhece que seria complicado manter uma regularidade.

"Se eu analisar o jogo diante do Santos, diante do Goiás e diante do Athletico Paranaense, a gente viu o Atlético com velocidade, chegando à frente. A situação no campeonato se deve à autoestima, parte mental, parte tática. A equipe sofre porque tem que pontuar por uma fator ou outro. Há um certo descontrole emocional na equipe, todos passam por isso nessa fase do campeonato. Esses jogos são mais difíceis que os outros. A soma desses pontos vai nos deixar em uma situação bem melhor", concluiu.

Atlético-MG