Topo

Palmeiras? Sampaoli se irrita com especulações e questões sobre futuro

Sampaoli reclama na beira do campo durante jogo do Santos - Ivan Storti/Santos FC
Sampaoli reclama na beira do campo durante jogo do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

28/11/2019 22h59

O técnico Jorge Sampaoli, do Santos, não gostou de ser questionado sobre o futuro após a derrota por 2 a 1 para o Fortaleza, na noite de hoje, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O argentino falou em "especulações midiáticas" e afirmou que já falou "milhões de vezes" que está focado no torneio nacional.

O argentino recebeu o terceiro cartão amarelo durante a partida e está suspenso do próximo jogo do Peixe. Ao todo, a arbitragem distribuiu 11 cartões amarelos para o Santos.

"Expliquei mil milhões de vezes. Penso em ganhar cada jogo. Hoje se escapou resultado em cenário difícil, perdemos sem merecer. Parecia jogo do século passado, murcharam bolas. Uma vergonha. É como atrasar o jogo em 50 ou 100 anos", afirmou em coletiva após a partida e completou ao ser perguntado sobre o Palmeiras: "Especulações midiáticas. Não falaria com nenhum clube estando nessa instituição."

Além do técnico, o lateral Pará e os meias Carlos Sánchez e Jean Mota também reclamaram a atuação do árbitro Diego Pombo Lopez, da Bahia. Jean também afirmou que os gandulas teriam "furado as bolas" no final da partida.

Sem Pará, Soteldo, Jean Mota, Luan Peres e Sampaoli, todos suspensos, o Santos volta a campo neste domingo, às 19h, para enfrentar a Chapecoense, na Vila Belmiro, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Santos