Topo

Santos deixa gramado reclamando de arbitragem "horrível" em Fortaleza

Diego Pituca, volante do Santos, durante jogo contra o Fortaleza - Ivan Storti/Santos FC
Diego Pituca, volante do Santos, durante jogo contra o Fortaleza Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

28/11/2019 22h15

O Santos saiu derrotado pelo Fortaleza por 2 a 1 na noite de hoje, no Castelão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os atletas santistas saíram de campo reclamando bastante da arbitragem que distribuiu 11 cartões amarelos e dois vermelhos para o Peixe.

Com o excesso de advertências, o Santos terá cinco desfalques para o duelo da próxima rodada, contra a Chapecoense: Luan Peres, Jean Mota e o técnico Jorge Sampaoli receberam o terceiro amarelo, enquanto Pará e Soteldo foram expulsos.

"Que arbitragem horrível. Não disse nada (pra ele). Ele apitou um jogo horrível", disse Pará na saída de campo, ao Premiere. O lateral foi expulso após o apito final, ao reclamar com a arbitragem.

"Sim, ficamos nervosos. Árbitro não tem categoria suficiente e não pode trabalhar neste jogo. Era só amarelo para nós. Tomou muito o protagonismo", afirmou Sánchez ao Esporte Interativo, também na saída do gramado.

Com a derrota, o alvinegro seguiu com 68 pontos, mas manteve a vice-liderança do torneio beneficiado pela derrota do Palmeiras para o Fluminense.

Santos