Topo

Brasileirão - 2019


Sánchez perde pênalti no fim, e Fortaleza vence Santos em jogo movimentado

Felipe Alves e Juan Quintero, do Fortaleza, disputam lance com Sanchez, do sAntos, durante partida no estadio Arena Castelao - Kely Pereira/AGIF
Felipe Alves e Juan Quintero, do Fortaleza, disputam lance com Sanchez, do sAntos, durante partida no estadio Arena Castelao Imagem: Kely Pereira/AGIF

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

28/11/2019 21h58

O Fortaleza venceu o Santos na noite de hoje por 2 a 1, no Castelão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Edinho e Osvaldo, para o Fortaleza, e Carlos Sánchez, para o Santos. O Peixe teve a chance do empate já no final da segunda etapa em cobrança de pênalti, mas Sánchez bateu na trave.

Com o resultado, o Fortaleza chegou aos 46 pontos e ainda tem chances matemáticas de vaga na Libertadores da América, estando cinco pontos atrás do Internacional, oitavo colocado e último dentro da zona que se classifica para a competição continental. Já o Peixe estacionou nos 68, mas manteve a vice-liderança do torneio, já que o Fluminense bateu o Palmeiras.

O Santos volta a campo neste domingo, às 19h, quando recebe a já rebaixada Chapecoense, na Vila Belmiro. Já o Fortaleza visita o Goiás, que luta por Libertadores, também no domingo, às 16h, no Serra Dourada.

Quem foi bem: Romarinho

O jogador do Fortaleza ganhou vários duelos contra os defensores santistas e ajudou a criar boas chances de gol. Quase abriu o placar no primeiro tempo após passar pela defesa santista e, na segunda etapa, pedalou e passou fácil por Pituca na jogada que sobrou para Osvaldo marcar.

O pior: Luiz Felipe

O zagueiro escolhido para atuar na vaga do suspenso Gustavo Henrique não teve boa atuação. Ele perdeu lance no primeiro tempo que por pouco não acabou em gol de Romarinho. Na segunda etapa, cortou mal cruzamento do mesmo Romarinho e Osvaldo aproveitou a sobra para colocar no fundo das redes.

O jogo do Santos: Peixe entra com falso lateral

O técnico Jorge Sampaoli escalou o Santos com Luan Peres como falso lateral-esquerdo. O esquema é geralmente utilizado para aumentar o poder de marcação, mas não funcionou nesse sentido. O jogo foi aberto, com chances dos dois lados, inclusive pela esquerda da defesa santista. Na segunda etapa, atrás no placar, Sampaoli colocou Evandro na vaga de Luan Peres e deslocou Pituca para o setor, posição que o volante já fez durante o ano.

A atuação do Fortaleza: Ceni coloca time no ataque

A equipe cearense não entrou em campo com a preocupação de marcar as armas santistas. Jogando em casa, o técnico Rogério Ceni armou um time ofensivo e que mostrou qualidade na criação de jogadas. A proposta de jogo dos dois treinadores fez com que a partida fosse completamente aberta. Mesmo durante o 0 a 0 do primeiro tempo, o Fortaleza criou oportunidades e também permitiu que o Peixe criasse.

Cronologia do jogo

O Santos quase abriu o placar no primeiro minuto de jogo. O goleiro Felipe Alves se enrolou com a bola nos pés, Sasha tomou dele na dividida e a bola sobrou para Sánchez, com o gol aberto, mandar por cima. O jogo ficou aberto e a resposta do Fortaleza veio aos 24 minutos, quando Romarinho passou por Luiz Felipe pelo lado direito e bateu rasteiro para boa defesa de Everson.

O Peixe novamente passou perto de abrir o placar aos 33. Pituca lançou e achou Derlis no limite da linha de impedimento livre pela direita, o paraguaio cruzou e o zagueiro Quintero deu um carrinho salvador para tirar a bola dos pés de Carlos Sánchez que fechava para fazer o gol. O Fortaleza respondeu rápido: dois minutos depois, Edinho passou por Luan Peres na esquerda e cruzou para Osvaldo acertar um meio voleio que, mesmo com a bola saindo mascada, acertou o travessão.

No final do primeiro tempo, o time de Jorge Sampaoli ainda teve outra grande chance. Sánchez cobrou escanteio, Luan Peres, desajeitado, cabeceou e Felipe Alves caiu no chão para fazer grande defesa. No rebote, ainda dentro da pequena área, Sasha mandou para o gol e o camisa 12 do Fortaleza fez nova intervenção.

O primeiro gol do jogo só foi sair na segunda etapa. Logo aos quatro minutos, Edinho cobrou falta da entrada da área, Everson chegou a tocar na bola, mas ela morreu no fundo das redes. O Peixe teve chance de empatar aos 12: Soteldo cruzou e Derlis González apareceu livre no segundo pau, mas mandou por cima.

O Fortaleza aumentou a vantagem aos 20 da segunda etapa. Romarinho pedalou pra cima de Pituca, ganhou a linha de fundo e cruzou. Luiz Felipe cortou mal e a bola se ofereceu para Osvaldo mandar para o fundo da rede. O Peixe diminuiu três minutos depois: Pituca cruzou com açúcar para Sánchez, dentro da pequena área, cabecear para as redes.

O uruguaio foi de possível herói a vilão. Aos 40 minutos, Evandro sofreu pênalti que o uruguaio, batedor oficial, cobrou na trave, desperdiçando o empate santista.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2 x 1 SANTOS

Data: 28/11/2019
Horário: 20h (de Brasília)
Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Amarelos: Felipe, Juninho, Charles Hembert (auxiliar do Fortaleza) e Rogério Ceni; Pará, Luan Peres, Lucas Veríssimo, Evandro, Sasha, Derlis, Soteldo (2), Jean Mota e Sampaoli.
Vermelho: Charles Hembert (auxiliar do Fortaleza); Soteldo e Pará (Santos)
Gol: Edinho (de falta), aos 4 minutos do segundo tempo, Osvaldo, aos 20 do segundo tempo; Sánchez, aos 23 minutos da segunda etapa

FORTALEZA: Felipe Alves, Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Bruno Melo; Felipe (Araruna) e Juninho; Romarinho, Edinho (Tinga), Wellington Paulista e Osvaldo (Kieza). Técnico: Rogério Ceni

SANTOS: Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe (Jean Mota) e Luan Peres (Evandro); Alison, Pituca (Felipe Jonatan) e Sánchez; Derlis González, Soteldo e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli