PUBLICIDADE
Topo

De sem título a 2 taças em 24h: Marí vive conto de fadas em 4 meses de Fla

Pablo Mari abraça Gabigol após gol que valeu título pelo Flamengo - Ernesto Benavides / AFP
Pablo Mari abraça Gabigol após gol que valeu título pelo Flamengo Imagem: Ernesto Benavides / AFP

Leo Burlá e Rodrigo Mattos

Do UOL, em Lima (PER)

25/11/2019 12h00

Contratado na janela do meio do ano, o espanhol Pablo Marí vive um verdadeiro conto de fadas desde que desembarcou no Rio de Janeiro para vestir a camisa do Flamengo.

Jogador de clubes em tanta expressão na Espanha e na Holanda, ainda que tenha sido comprado (sem jamais atuar) pelo Manchester City, o zagueiro de 26 conquistou a Libertadores, sua primeira taça da carreira. Não bastasse a maior glória continental, ele carimbou o Brasileiro 24h depois de garantir o título continental.

Em êxtase após a vitória por 2 a 1 sobre o River Plate, o defensor teve dificuldades de explicar a lua de mel que vive com o clube e a torcida rubro-negra.

"É muito mais do que eu poderia imaginar. Ganhar a Libertadores e vencer no Flamengo é algo inexplicável. Agora queremos desfrutar com nossa torcida, é hora de aproveitar", disse Marí.

A história de Marí e Flamengo é daquelas improváveis. Jogador com as características pedidas por Jorge Jesus, foi captado pelo centro de inteligência do clube e negociou rapidamente com o Fla. Comprado por cerca de R$ 5 milhões, chegou e tomou conta da posição.

"Quando o Flamengo apareceu, não tive mais dúvidas. Havia possibilidades na Espanha e na Inglaterra, mas nada com o desafio esportivo que teria aqui. Não me arrependo de nada, vir para cá mudou minha vida".

Com 27 jogos pelo clube, o europeu soma três gols e, mais do que isso, o nome já gravado na história do mais novo campeão da América do Sul e do Brasil.

Flamengo