PUBLICIDADE
Topo

Dez jogadores que ficam sem contrato para agitar mercado da bola brasileiro

Gustavo Henrique comemora gol com as cores do Santos - Fernanda Luz/AGIF
Gustavo Henrique comemora gol com as cores do Santos Imagem: Fernanda Luz/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

12/11/2019 11h45

Com a temporada se aproximando do fim, o mercado da bola volta a agitar o futebol nacional. Às vésperas do início da temporada, o UOL Esporte responde uma pergunta importante dos torcedores: quais atletas prometem aquecer a próxima janela de transferências do país?

A reportagem preparou uma lista com dez nomes que estão livres para assinar com outros clubes a partir de janeiro de 2020.

Yony González (Fluminense)

Yony González comemora gol pelo Fluminense -     Thiago Ribeiro/AGIF -     Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Autor de 16 gols em 57 jogos na temporada, Yony González é um dos principais nomes do Fluminense. No entanto, não deve seguir no clube em 2020. A possível saída não é uma opção da diretoria, mas, sim, do próprio atleta. O colombiano de 25 anos estuda possibilidades para o próximo ano, já que tem vínculo até 31 de dezembro de 2019. Hoje, a imprensa portuguesa falou sobre um acerto do jogador com o Benfica.

Elias (Atlético-MG)

Elias, volante do Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

O meio-campista teve a renovação praticamente descartada no Atlético-MG. Aos 34 anos, não deve seguir no time mineiro em 2020. O seu vínculo se encerra em janeiro do próximo ano, mas já está liberado para assinar um pré-contrato desde julho. No início de 2019, o Internacional fez uma oferta pelo jogador, mas não o contratou. O seu estafe confirma que as conversas com o Galo estão estagnadas e ainda não abriu negociações com outras equipes.

Lucas Silva (sem clube)

Volante Lucas Silva, em treinamento do Cruzeiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O jogador deixou o Real Madrid em setembro deste ano para buscar uma nova equipe. Porém, ainda não se acertou com ninguém. Ele já recebeu ofertas de grandes do Brasil, como o Cruzeiro, e também de clubes do exterior. No entanto, prefere fazer trabalho à parte até o fim do ano para tentar um novo compromisso a partir de janeiro de 2020.

Gustavo Henrique (Santos)

O zagueiro do Santos tem contrato somente até o fim de janeiro de 2020. Aos 26 anos, ele já pode assinar um pré-contrato com outra equipe. No entanto, ainda não há uma definição sobre o futuro do defensor. São Paulo, Corinthians e Flamengo chegaram a monitorá-lo. Porém, ele não esconde o desejo de se mudar para a Europa.

Rhodolfo (Flamengo)

Reserva do Flamengo, Rhodolfo interessa ao Fluminense - Alexandre Vidal/Flamengo - Alexandre Vidal/Flamengo
Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

O zagueiro do Santos não é o único a ficar disponível no mercado da bola. Há também a possibilidade de Rhodolfo, do Flamengo, se transferir. O seu contrato com os cariocas se encerra em dezembro deste ano e, sem espaço no time de Jorge Jesus, o defensor de 33 anos não descarta uma mudança, já que também não foi procurado para conversar sobre uma eventual renovação contratual.

Fernando Prass (Palmeiras)

Fernando Prass comemora defesa de pênalti contra o Corinthians no Pacaembu, em 2016 - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

O goleiro de 41 anos ainda não fala sobre aposentadoria. Porém, pode dar adeus ao Palmeiras em breve. Ele tem vínculo até o fim deste ano e pode se mudar para outro time no início de 2020. Fernando Prass chegou a conversar sobre uma extensão do vínculo, mas o negócio não avançou.

Edu Dracena (Palmeiras)

Edu Dracena comemora gol do Palmeiras em amistoso contra o Guarani - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

O zagueiro de 38 anos diz que ainda tem lenha para queimar no futebol. Entretanto, não deve seguir no Palmeiras em 2020. O mais provável é que o defensor deixe o clube para assinar com outra equipe. A situação ainda é uma incógnita.

Rafael Sóbis (Internacional)

Atacante Rafael Sobis volta a treinar com o elenco do Internacional - Marinho Saldanha/UOL - Marinho Saldanha/UOL
Imagem: Marinho Saldanha/UOL

O atacante de 34 anos tem vínculo com o Internacional até o fim de 2019. Ele já deixou claro que a sua intenção é renovar com os gaúchos. Porém, a situação será definida somente depois do Campeonato Brasileiro. A diretoria não quer atrapalhar o momento da equipe no torneio nacional.

D'Alessandro (Internacional)

D'Alessandro, lesionado, fica fora do time do Inter na próxima quarta-feira - Ricardo Duarte/Inter - Ricardo Duarte/Inter
Imagem: Ricardo Duarte/Inter

O argentino de 38 anos já disse que não renovará o seu contrato neste ano. Porém, isso não impede que ele seja renovado no início do próximo. Ele tem vínculo com os gaúchos até o fim de 2019 e espera o término da temporada para discutir o futuro com os responsáveis por sua carreira e a diretoria do Internacional.

Geuvânio (Atlético-MG)

Geuvânio, atacante do Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

O atacante de 27 anos tem acordo com o Atlético-MG até o fim deste ano. Porém, não deve renovar o acordo. Ele fez um gol em 34 partidas disputadas pela equipe na temporada e foi considerado reserva por todos os técnicos que estiveram na Cidade do Galo - Levir Culpi, Rodrigo Santana e Vagner Mancini.

Futebol