Topo

Futebol


Contra Palmeiras, Vasco revê pedido de entrega por rivalidade com o Fla

Vasco recebe o Palmeiras e pode "ajudar" o rival Flamengo caso vença em São Januário - Alan Morici/AGIF
Vasco recebe o Palmeiras e pode "ajudar" o rival Flamengo caso vença em São Januário Imagem: Alan Morici/AGIF

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

06/11/2019 04h00

Dia 8 de julho de 1992. Vasco e São Paulo se enfrentavam em São Januário e o Cruzmaltino vivia um dilema: ao mesmo tempo que uma vitória poderia levá-lo à final do Campeonato Brasileiro contra o Botafogo, também poderia dar a chance do rival Flamengo de chegar à decisão. Passados 27 anos, os vascaínos "revivem" hoje (6), às 21h30, contra o Palmeiras, em São Januário, uma situação "parecida", podendo interferir diretamente na disputa de título do Rubro-Negro.

Naquela ocasião, para ir à final, o Vasco precisava vencer o São Paulo e torcer por um tropeço do Flamengo diante do Santos no Maracanã. Já em caso de derrota, o Cruzmaltino eliminaria qualquer chance do rival de avançar. Em campo, porém, o "Gigante da Colina" atropelou os são-paulinos por 3 a 0, mas não se tornou finalista porque os rubro-negros, praticamente no mesmo horário, bateram os santistas por 3 a 1, chegando à decisão e se tornando campeões posteriormente sob a batuta do "maestro" Júnior, atualmente comentarista da TV Globo.

Presente naquela partida e autor de um dos gols cruzmaltinos, o ex-meia Bismarck garante que em nenhum momento a equipe cogitou perder para o São Paulo para prejudicar o rival, mesmo quando o Flamengo já vencia o Santos e a torcida vascaína, presente em São Januário, entoou em alto e bom som os gritos de "entrega".

Edmundo comemora seu gol na vitória por 3 a 0 do Vasco sobre o São Paulo, em 92, que colocou Fla na final - Reprodução / TV Globo
Edmundo comemora seu gol na vitória por 3 a 0 do Vasco sobre o São Paulo, em 92, que colocou Fla na final
Imagem: Reprodução / TV Globo

"Eles [torcedores] começaram a gritar depois que o Flamengo fez 3 a 1 [com Gaúcho, aos 45 minutos do segundo tempo], mas em nenhum momento cogitamos entregar a partida, até porque tínhamos chances de chegar à final. Estávamos fazendo o nosso papel. Não tem como entrar em campo e perder. Em 20 anos como profissional, nunca cogitei perder uma partida. Chegamos naquela situação porque empatamos duas vezes com o Santos, que teoricamente era o mais fraco da chave", disse Bismarck ao UOL Esporte.

Na situação de agora, o Vasco passa longe de disputar o título brasileiro, mas ainda briga para se livrar matematicamente de um rebaixamento - embora as chances sejam remotas - e seguir sonhando com uma arrancada à Libertadores de 2020. Porém, uma vitória sobre o Palmeiras, somada a um triunfo do Flamengo amanhã (7) diante do Botafogo, fará o líder Rubro-Negro abrir 11 pontos de vantagem sobre o Alviverde, restando na sequência apenas sete rodadas para o término.

"Somos profissionais. Torcedor tem sua maneira de torcer, mas dentro de campo cada um vai buscar seu melhor. Uma vitória nossa pode favorecer o Flamengo, mas não temos que pensar nisso. Espero que a gente consiga vencer para livrar de vez essa luta contra o rebaixamento", declarou o lateral direito Yago Pikachu que, no entanto, não se opôs a uma torcida rubro-negra pelo Vasco.

"Não sei se teremos a torcida do Flamengo, mas toda ajuda é boa (risos). Nosso principal objetivo é fazer 45 pontos para que a gente brigue por coisas maiores na competição. Se conseguirmos duas vitórias seguidas, esqueceremos a zona do rebaixamento e poderemos pensar em uma vaga na pré-Libertadores".

Vasco ainda pega o Fla

Vale lembrar, porém, que o Vasco pode novamente interferir na disputa do título, já que no próximo dia 13, o Cruzmaltino faz o clássico com o Flamengo no Maracanã.

O jogo foi antecipado em razão da decisão da Copa Libertadores entre o Rubro-Negro e o River Plate (ARG) marcada para o próximo dia 23, mesma data que o clássico carioca havia sido agendado anteriormente pela CBF.

Vascaínos rechaçam "entrega"

O jogo entre Vasco e Palmeiras hoje tem agitado as redes sociais. Alguns flamenguistas - e até vascaínos - suspeitam de que o Cruzmaltino poderia "facilitar" para os paulistas com o propósito de não deixar o Rubro-Negro se distanciar na liderança, mas a grande maioria dos torcedores da equipe de São Januário rechaça tal ideia. Confira o burburinho sobre o tema:

Será que o Vasco vai entregar o jogo pro palmeiras?

? preto (@itoncrf_) November 4, 2019

Tô querendo ir pra esse jogo amanhã , mas ao mesmo tempo não , porque sei que o Vasco vai entregar esse jogo para o Palmeiras

? Andrade (@mtandraade) November 5, 2019

Se você "vascaíno" soubesse o perrengue que a gente passa pra pegar ônibus na Av. Brasil pra chegar em casa, não estaria pedindo nem com brincadeira pro Vasco entregar esse jogo de quarta.

QUEREMOS A VITÓRIA SEMPRE ??

Aqui é VASSSSSSSSSSSSCO

? Jerry???? (@jerrycrvg) November 4, 2019

Vejo alguns falando sobre entregar ou não pro Palmeiras

Parece até que o time do Vasco é bom e favorito pra poder ?facilitar? pra eles kkkkkkkkkk

? Vascão da zoeira (@vascaodazoeira) November 1, 2019

Os mimadinhos chorões já chorando q o Vasco vai entregar pro Palmeiras
Esquecem q já tiramos 2 pontos deles lá
E que o Vasco não tem obrigação nenhuma de jogar POR ELES*
Empatou com CEARÁ e FLUMINENSE, perdeu pro Grêmio em casa, mas se perder pro Palmeiras... ENTREGOU!! ABSURDO

? Vhasco dha Ghama SALAMALEICO (@dudurusso) November 4, 2019

Não existe o Vasco entregar o jogo para o Palmeiras. Primeiro pq seria atitude baixa, não compatível com os ideais de clube que eu acredito (que vão além do que somente o campo de jogo), segundo que o Vasco tem seus próprios objetivos e tem que focar neles e não nos outros

? Helder Floret (@hfloret) November 4, 2019

Todo mundo já sabe o que vai acontecer no jogo entre vasco e palmeiras. Ta na cara que o vasquinho vai entregar !!

? Pércio Bellico Gonzaga (@BelicoPercio) November 5, 2019

Em 1992, num dos mais doídos campeonatos nacionais que o #Vasco perdeu (Putz, como aquele time merecia!), enfrentamos o SPFC podendo tirar o Fla da final a depender de resultados, se entregássemos.

Final: Vasco 3x0 em São Januário. Entregar, jamais!

? Freud Irônico ? (@freud_ironico) November 5, 2019

FICHA TÉCNICA
VASCO X PALMEIRAS

Data: 06 de novembro de 2019, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Assistentes: Helton Nunes e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Fellipe Bastos, Raul (Marcos Júnior ou Felipe Ferreira), Bruno César e Guarín; Rossi e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Vitor Hugo, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Willian (Zé Rafael), Dudu e Deyverson. Técnico: Mano Menezes

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol