Topo

Por que Botafogo manterá Barroca, mesmo em pior momento no Brasileiro

Eduardo Barroca durante treino do Botafogo no Nilton Santos - Vítor Silva/Botafogo
Eduardo Barroca durante treino do Botafogo no Nilton Santos Imagem: Vítor Silva/Botafogo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

02/10/2019 04h00

Eduardo Barroca entrou na mira da torcida do Botafogo, insatisfeita com o pior momento da equipe no Campeonato Brasileiro. Apesar do quadro, a diretoria manterá o treinador no comando. A explicação não vai mudar a cabeça dos alvinegros, mas está bastante sólida na cúpula do futebol.

Primeiro de tudo: a diretoria ainda confia no trabalho de Eduardo Barroca. Para os dirigentes, o treinador até tem cometido alguns erros, mas nada que o torne o principal culpado pelo momento em que o Botafogo atravessa. Para o clube, existe espaço para melhorar e há uma cobrança nesse sentido.

Além disso, mesmo que a diretoria chegasse à conclusão que deveria mexer na estrutura e viesse a demitir o treinador, o clube passa por grave crise financeira. O Botafogo está bastante limitado na busca por um novo profissional. Preferido da torcida, Cuca está completamente fora da alçada do clube por questão de grana.

Justamente por esse motivo, o clube entende que não há no mercado uma melhor opção para substituir Barroca. Para fazer nova aposta, o Botafogo prefere seguir com Barroca no comando, já que o treinador tem o apoio dos jogadores e se mostra uma boa influência nos bastidores de General Severiano.

Mais que tudo, o Botafogo entende que Eduardo Barroca merece uma oportunidade com o clube mais organizado, o que deverá ocorrer em 2020 a partir do momento em que o projeto encomendado pelos irmãos Moreira Salles sair do papel. Com salários em dia e um elenco mais qualificado, a expectativa são melhores.

A diretoria concorda que o momento não é bom, mas acredita que o Botafogo deverá suportar da melhor forma esse fim de temporada para poder virar a página em dezembro.