Topo

Luxa lembra de salários atrasados no Vasco e mantém cautela no Brasileiro

Do UOL, no Rio de Janeiro

02/10/2019 22h20

Mesmo tendo se distanciado em oito pontos da zona do rebaixamento após a vitória de hoje (2) sobre o Atlético-MG, o técnico Vanderlei Luxemburgo manteve a cautela sobre suas pretensões com o Vasco no Campeonato Brasileiro. Muito sincero, o treinador lembrou ainda da situação dos salários atrasados que o clube convive na temporada.

"Vocês vão me cobrar coisas que não me permitem nesse momento. Se o Vasco estivesse equilibrado e em ordem... Não vou mentir para o torcedor. Não estou aqui para ganhar títulos este ano. Ano que vem é outra história, vou conversar com o presidente se vai continuar com salários atrasados, com os problemas... Esse ano não posso discutir nada. Continuo com salários atrasados", destacou.

Com o resultado, o Vasco entrou na zona de classificação para a Copa Sul-Americana de 2020, mas mesmo assim manteve o discurso de que o objetivo é o de não ser rebaixado:

"O Vasco não vinha tendo resultados, mas vinha jogando bem. Vitória importante, mas não muda nada na minha cabeça. Objetivo é manter o time na Primeira Divisão. Estamos no caminho certo".

O jogo de hoje havia sido adiado pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, às 17h, o Vasco recebe o Santos em São Januário e a expectativa é a de casa cheia novamente, assim como tem sido nas partidas mais recentes do Cruzmaltino em seu estádio.

A equipe vascaína termina a rodada na 13ª posição com 27 pontos.

Vasco