Topo

Grêmio e Renato Gaúcho esbanjam otimismo por renovação para 2020

Renato Gaúcho, durante partida entre Grêmio e Libertad - REUTERS/Diego Vara
Renato Gaúcho, durante partida entre Grêmio e Libertad Imagem: REUTERS/Diego Vara

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

24/09/2019 04h00

Grêmio e Renato Gaúcho estão alinhados na ideia de renovação contratual. A pouco mais de três meses do final do atual vínculo, clube e treinador se mostram dispostos a prorrogar o acordo e as tratativas são vistas como passos protocolares a serem dados a partir de dezembro. A ideia é repetir o que já foi feito nos últimos três anos: aguardar o término da temporada para tratar de detalhes como bônus por títulos e outros adicionais financeiros.

Renato está no Grêmio desde setembro de 2016 e comandou o clube na conquista de seis títulos, desde então. A mais recente taça obtida foi no Campeonato Gaúcho, diante do Inter.

O entendimento do Grêmio é que a permanência de Renato Portaluppi é vital para o processo de formação e revelação de jogadores. O argumento dentro deste tópico é o surgimento de nomes como Arthur, Matheus Henrique, Jean Pyerre e Pepê no time titular.

A visão do clube também se baseia em uma ideia comum às renovações anteriores. Somente em Porto Alegre, Renato terá tamanha liberdade para atuar. E com respaldo igualmente gigante, pela história como jogador e treinador. O cenário tratado como ímpar no Brasil.

Outro elemento é a concorrência. Diferentemente do que ocorreu na virada do ano passado, não há no momento nenhuma ameaça de assédio grandes clubes por Renato. O Flamengo, interessado por duas vezes, caminha firme com Jorge Jesus.

Nas próximas semanas, o Grêmio entra na semifinal da Libertadores contra o próprio Fla. Paralelamente à decisão, o clube gaúcho já começará a se mobilizar de olho em 2020. Renato será consultado sobre alvos no mercado e nomes disponíveis para negociação. Um ato que foi repetido em 2017 e 2018 e sempre foi tomado como sinal de permanência.