Topo

Futebol


Zidane minimiza rumores de demissão no Real: "Me ensinaram a não desistir"

Zidane acompanha jogo entre PSG e Real Madrid no Parque dos Príncipes - Thomas SAMSON / AFP
Zidane acompanha jogo entre PSG e Real Madrid no Parque dos Príncipes Imagem: Thomas SAMSON / AFP

Do UOL, em São Paulo

21/09/2019 09h55

O técnico Zinedine Zidane não está nem um pouco preocupado com os rumores sobre uma possível demissão do Real Madrid que circularam na imprensa espanhola nos últimos dias.

O treinador francês concedeu entrevista coletiva antes da rodada deste final de semana do Campeonato Espanhol, quando o clube merengue enfrenta o Sevilla, e minimizou a crise que se instalou no time após a derrota por 3 a 0 para o Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões.

Questionado pela imprensa se tinha "forças para seguir adiante", Zidane foi enfático em dizer que não pensa em deixar o clube.

"Claro que sim. Se leio a imprensa, já estou fora (do Real). Me sinto forte. Me ensinaram a não me render nunca e seguir trabalhando até o último minuto. É o que tenho feito sempre", disse o técnico, que acrescentou.

"Não me surpreendo (com as críticas). A vida é assim. Sempre tivemos dificuldades, mesmo quando ganhamos. Já tivemos períodos mais complicados que este. Em momentos assim, temos a força dentro de nós."

Zidane ainda destacou que não se sentiu pressionado dentro do clube e que tem recebido apoio da diretoria para seguir seu trabalho. O francês ainda explicou que, se não fosse assim, preferiria deixar a equipe.

"Só me preocupo com a partida de amanhã. Não podemos controlar o que dizem fora daqui, só o que acontece dentro de campo", explicou o treinador, que disse não se incomodar com um possível "sonho" de parte dos torcedores em ter José Mourinho de volta no comando da equipe.

"Não me incomoda que sonhem, as coisas são assim. Não tenho que dizer se me incomoda ou não, esta é a situação aqui. Se você perde uma partida, precisa mudar tudo.

"É difícil, mas é a realidade", destacou Zidane, que não se arrepende de ter aceitado o convite para retornar ao clube.

Mais Futebol