Mais informação com menos tempo de leitura
Topo

Futebol


Corinthians encara Bahia com Carille vivendo sua maior crise no clube

Fábio Carille foi o principal alvo dos torcedores em protestos no CT Joaquim Grava e nas redes sociais - Marcello Zambrana/AGIF
Fábio Carille foi o principal alvo dos torcedores em protestos no CT Joaquim Grava e nas redes sociais Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Treinador vive a maior pressão no Corinthians desde que foi efetivado no cargo no início de 2017
  • Carille é acusado de retranqueiro por torcedores das redes sociais e até em protesto dos Gaviões na Arena
  • Insatisfação com Carille chegou ao top 3 nos Trending Topics do Twitter, com a hashtag #ForaCarille
  • Entrevista de Carille relacionando derrota para os equatorianos aos atletas mais jovens do time não caiu bem dentro e fora do clube

O Corinthians entra em campo para encarar o Bahia, hoje (21) às 19h (de Brasília), na Arena de Itaquera, em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, vivendo um momento conturbado após a derrota para o Independiente del Valle na última quarta-feira, em casa, pela Copa Sul-Americana.

O técnico Fábio Carille virou o principal alvo da torcida após o tropeço contra os equatorianos. Aliás, o comandante corintiano vive sua maior crise no clube de Parque São Jorge desde que foi efetivado no cargo no início de 2017. Os ataques começaram nas redes sociais logo após o jogo de quarta-feira e se estenderam aos torcedores de arquibancadas.

Ontem, os Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Corinthians, protestaram na frente do CT Joaquim Grava, e acusaram o treinador de "rentranqueiro" com faixas e gritos de guerra. "Ô, Carille, presta atenção, jogar pra frente é mais que obrigação", dizia um dos cânticos.

A torcida perdeu a paciência com Carille. Nem o título brasileiro de 2017 e o tricampeonato paulista de 17 a 19 serviram para blindar o treinador de críticas. Os torcedores não suportam a prioridade demasiada ao sistema defensivo. Após o tropeço pela Sul-Americana, a insatisfação com o treinador chegou ao top 3 nos Trending Topics do Twitter, com a hashtag "#ForaCarille".

O discurso de que o técnico e seu Corinthians conquistaram muitos títulos aplicando essa filosofia do "ferrolho" defensivo já não convence mais torcedores, jornalistas, dirigentes, conselheiros e até funcionários do clube paulista.

Além disso, a entrevista coletiva de Carille relacionando a derrota para os equatorianos aos jogadores mais jovens do time, casos de Pedrinho e Mateus Vital, não caiu bem dentro e fora do clube de Parque São Jorge. Pedrinho, aliás, de forma ponderada retrucou ao ser informado sobre o "time de meninos" após o jogo e disparou: "Tomamos um nó tático".

O presidente Andrés Sanchez bancou o treinador, mesmo se o Corinthians for eliminado da Copa Sul-Americana. No entanto, Carille precisará levar seu time a ser mais ofensivo e, quem sabe, brigar pelo título brasileiro, para evitar que o dirigente mude de ideia. Não é por acaso que, mesmo com o jogo em Quito na quarta-feira, o time está escalado com seus titulares para enfrentar com o Bahia, com exceção de Danilo Avelar, com desgaste muscular, e Junior Urso, que cumpre suspensão.

Ficha técnica
Corinthians x Bahia

Data:
21 de Setembro de 2019, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo
Árbitro: Dewson Freitas da Silva (PA)
VAR: Wagner Reway (PB)

Corinthians
Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Carlos Augusto; Gabriel, Janderson, Matheus Jesus, Jadson (Sornoza) e Clayson; Mauro Boselli.
Técnico: Fábio Carille

Bahia
Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Guerra (Ronaldo); Élber, Artur e Gilberto.
Técnico: Roger Machado

Mais Futebol