Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians perde de 2 a 0 para equatorianos e se complica na Sul-Americana

Jogadores do Independiente Del Valle comemoram gol de Gabriel Torres contra o Corinthians - Marcello Zambrana/AGIF
Jogadores do Independiente Del Valle comemoram gol de Gabriel Torres contra o Corinthians Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Flavio Latif e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/09/2019 23h29

Resumo da notícia

  • Independiente del Valle vai ao ataque e abre boa vantagem na semi
  • Corinthians adota postura cautelosa no início, ao estilo Fábio Carille
  • Mudanças buscando time mais ofensivo não repercutem no 2º tempo
  • Atacante panamenho Gabriel Torres foi o nome do jogo, com dois gols

O Corinthians foi surpreendido em plena Arena Corinthians e perdeu o jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana para o Independiente del Valle, por 2 a 0. A equipe equatoriana foi superior durante grande parte da partida e soube limitar as ações dos anfitriões.

O atacante panamenho Gabriel Torres foi o responsável pelos dois gols da equipe equatoriana. No fim da primeira etapa, aos 44 minutos, Torres tabelou com o meia Dájome e, cara a cara com Cássio, só teve o trabalho de deslocar o goleiro. Para fechar o marcador, aos 24 do segundo tempo, ele recebeu cruzamento perfeito de Alejandro Cabeza e só empurrou para o fundo da rede.

O Corinthians entrou mais uma vez em campo com estratégia cautelosa de Fábio Carille e, por isso, não pressionou os equatorianos no início de jogo. Pelo contrário, os corintianos sofreram um gol contra de Gil aos dez minutos, mas o VAR anulou após cinco minutos de análise.

O duelo de volta entre brasileiros e equatorianos ocorre na próxima quarta-feira, quando o Timão vai ter de encarar a altitude de 2.850 metros acima do nível do mar, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito. Antes disso, o Corinthians enfrenta o Bahia, sábado, às 19h (de Brasília), pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Independiente del Valle surpreende na primeira etapa

A equipe equatoriana foi superior no primeiro tempo. Além de ir para o intervalo vencendo por 1 a 0, os comandados do espanhol Miguel Ángel Ramírez demonstraram um grande repertório quando tinham a posse da bola. Inclusive, chegou a abrir o placar aos 10 minutos, mas a arbitragem assinalou impedimento. O lado direito do Del Valle, com Dajomé e Preciado, conseguiu anular as investidas de Fagner, que pouco apareceu no setor ofensivo durante a primeira etapa.

VAR foi acionado três vezes somente no 1º tempo

O VAR foi acionado três vezes somente no primeiro tempo. A primeira vez serviu para salvar o Corinthians de sair perdendo logo no início de jogo. Sergova lançou Dájome nas costas de Fagner, ele cruzou e Gil marcou gol contra após defesa de Cássio. O bandeirinha deu impedimento, e o recurso de vídeo, quando acionado, confirmou o impedimento no início da jogada. Depois o VAR foi usado para analisar uma possível cotovelada de Dájome em Fagner, que sangrou na região da sobrancelha. Na revisão, o árbitro aplicou apenas o cartão amarelo. A terceira vez do VAR na primeira etapa foi no gol do Independiente del Valle. O auxiliar levantou a bandeira, alegando impedimento do atacante, mas o gol foi validado.

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O melhor: Gabriel Torres aproveita bem as chances que teve

O atacante da equipe equatoriana foi o principal responsável para a vitória. Ele finalizou apenas três vezes em toda a partida e duas delas morreram no fundo da rede de Cássio. Além disso, quando o Independiente Del Valle não conseguia sair jogando próximo à área, ele fazia muito bem o pivô e venceu alguns duelos importantes contra a zaga corintiana.

O pior: apagado, Clayson sequer voltou para o 2º tempo

Clayson não conseguiu mais uma vez realizar jogadas de linha de fundo. Aliás, ele sequer foi para cima do marcador. O atacante "vetou" muitas jogadas do Corinthians, com toques para o lado e para o campo de defesa. Foi substituído no intervalo por Gustagol.

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Corinthians aposta em Love de meia no 2º tempo, mas não dá certo

Após ser dominado pelo Independiente del Valle no primeiro tempo, o técnico Fábio Carille voltou com duas substituições do intervalo: Matheus Jesus e Gustagol nos lugares de Gabriel e Clayson. O esquema tático continuou o mesmo, mas os atletas mudaram de posição no quarteto ofensivo. Vital foi deslocado para a esquerda no lugar de Clayson, enquanto Love passou a ser o meia centralizado, encostado em Gustagol. O Corinthians melhorou ofensivamente, mas insistiu demais no lado direito com Pedrinho e Fagner. Com dois centroavantes, a equipe abusou das bolas aéreas, mas não criou muitas chances de perigo. Em um contra-ataque, o del Valle marcou o segundo gol e encaminhou a classificação.

Ficha Técnica
Corinthians 0 x 2 Independiente del Valle

Data: 18/09/2019, quarta-feira
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em Itaquera-SP
Árbitro: Leodán González (árbitro) e Daniel Fedorczuk (árbitro de vídeo), ambos do Uruguai

Gols: Torres aos 44 minutos do primeiro tempo e aos 24 do segundo tempo

Cartões amarelos: Gabriel e Fagner (Corinthians) e Dájome (del Valle)

Corinthians: Cássio, Fagner, Manoel, Gil, Danilo Avelar; Gabriel (Matheus Jesus), Pedrinho (Janderson), Junior Urso, Mateus Vital, Clayson (Gustagol); Vagner Love. Técnico: Fábio Carille.

Independiente del Valle: Pinos; Landázuri, Schunke e Segovia, Preciado, Franco, Pellerano, Mera (León) e Dájome; Sánchez (Corozo) e Gabriel Torres. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Corinthians