Topo

Botafogo encara o Ceará para se aproximar de objetivo traçado no 1º turno

Técnico Eduardo Barroca acredita ser possível, mesmo em meio á crise, uma vaga no G6 - Vítor Silva/Botafogo
Técnico Eduardo Barroca acredita ser possível, mesmo em meio á crise, uma vaga no G6 Imagem: Vítor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

14/09/2019 04h00

Em meio à crise financeira do clube e protestos também por parte do elenco, o Botafogo encara o Ceará, hoje (13), no Castelão, às 21h, buscando uma vitória para se manter perto do objetivo traçado pelo técnico Eduardo Barroca no início do Campeonato Brasileiro e, mais que isso, permanecer na briga por vaga no G6, que pode significar um alívio financeiro na próxima temporada.

Na atual temporada, o Alvinegro tem convivido com problemas financeiros e os jogadores não ficaram alheios à questão - entre outras atitudes ao longo do ano, mais recentemente decidiram conceder entrevistas coletivas fora da sala de imprensa para não expor os patrocinadores.

Ao mesmo tempo, e quase que na contramão, o desempenho em campo está sendo satisfatório e quase dentro daquilo que o técnico Eduardo Barroca almejou para o primeiro turno - ideia era terminar com 30 pontos, caso bata o Ceará, chega a 29. O Internacional, atual sexto colocado e que encara o Atlético-MG fora de casa, tem 30 pontos.

A conta feita pelo treinador visa, justamente, a briga por vaga no G6 - caso o time termine a competição com 60 pontos -, o que levaria o Botafogo à Libertadores do ano que vem.

"É possível. A gente vai disputar uma quantidade grande de jogos, são 60 jogos. É claro que é possível. Nosso maior desafio é com a gente mesmo. Precisamos manter um nível alto de jogo, a gente precisa manter essa dedicação e o comprometimento dos jogadores. A forma como eles trabalham nos momentos adversos. Ficamos um período sem ganhar e eles continuam com um comportamento muito bom, buscando melhorar. Isso é um indicativo que temos condições de ir longe"

A participação no torneio continental e o avanço de fases pode render lucros aos cofres alvinegros, combalidos nos últimos tempos. Tendo a edição deste ano como exemplo, as equipes que disputaram a segunda fase - como foram os casos de Atlético-MG e São Paulo -, tiveram premiação de 500 mil dólares, cerca de R$ 2 milhões. Os que passaram ainda pela terceira fase e chegaram à fase de grupos embolsaram mais 3.550 milhões de dólares, aproximadamente R$ 14 milhões (na cotação atual).

A última participação do Botafogo na Libertadores foi em 2017, quando chegou às quartas de final e acabou eliminado pelo Grêmio, que se sagraria campeão daquela edição.

Ficha técnica
CEARÁ X BOTAFOGO


Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Data: 14 de Setembro de 2019 (sábado)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Vinicius Furlan (SP)

Ceará

Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves, João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Thiago Galhardo; Wescley, Felippe Cardoso, Leandro Carvalho. Técnico: Enderson Moreira

Botafogo

Gatito Fernández; Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel, Lucas Barros; Cícero, João Paulo, Alex Santana; Marcinho, Diego Souza, Luiz Fernando. Técnico:Eduardo Barroca

Mais Botafogo