Topo

Barroca traça mini-metas por G6 e Botafogo tenta 8 pontos até fim do turno

Técnico Eduardo Barroca quer que time mantenha desempenho do começo do Brasileiro para brigar pelo G6 - Vítor Silva/Botafogo
Técnico Eduardo Barroca quer que time mantenha desempenho do começo do Brasileiro para brigar pelo G6 Imagem: Vítor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/08/2019 04h00

O Botafogo tem, diante do Corinthians, amanhã (17), pelo Brasileiro, a oportunidade de dar o primeiro passo para cumprir a meta estipulada pelo técnico Eduardo Barroca para este primeiro turno. De acordo com o pedido do treinador, restam oito pontos para que o time mantenha o desempenho traçado anteriormente.

O comandante, que assumiu a equipe alvinegra pouco antes da estreia no Brasileiro, dividiu a competição em quatro partes para o elenco. Na primeira delas, até a paralisação para a Copa América, o time conseguiu 15 pontos e essa virou a referência para as restantes, uma vez que, com 60 pontos, o Alvinegro teria condições de brigar por vaga no G6 e, consequentemente, na Libertadores do ano que vem.

Desde o retorno do calendário nacional, foram cinco jogos no Brasileiro, com duas derrotas, duas vitórias e um empate, ou seja, apenas sete pontos somados. Agora, restam cinco rodadas para somar oito pontos, fazendo com que o time tenha de superar o aproveitamento obtido até o momento.

"Falei que o campeonato tem quatro ciclos. Fizemos 15 no primeiro e sete no segundo. Temos que lutar para pelo menos igualar o primeiro ciclo. Precisamos de oito pontos, é uma meta audaciosa, mas trabalhamos assim. Minha meta era igualar ou bater", disse Barroca.

Depois de encarar o Corinthians, o Botafogo terá mais dois jogos em casa (diante da Chapecoense e do Atlético-MG) e dois fora (contra Internacional e Ceará).