Topo

Futebol


Jornal: Barça prepara nova oferta por Neymar e incluirá Dembélé no negócio

Neymar treina pelo PSG enquanto seu futuro não é definido - Charles Platiau/Reuters
Neymar treina pelo PSG enquanto seu futuro não é definido Imagem: Charles Platiau/Reuters

Do UOL, em São Paulo

25/08/2019 13h50

O Barcelona vai tentar uma nova cartada na negociação com o PSG pela contratação do atacante Neymar, que mais uma vez ficou fora de uma partida do clube de Paris pelo Campeonato Francês por conta do impasse envolvendo seu futuro.

Após ver sua proposta de empréstimo com opção de comprar ser recusada pelo clube francês, os espanhóis prepararam um novo modelo de negócio para tentar repatriar o atacante brasileiro. Por enquanto, o PSG segue irredutível em sua intenção de reaver os 222 milhões de euros que foram investidos em sua contratação, o que dificulta as tratativas com o clube catalão e o Real Madrid, outro interessado em Neymar.

Segundo o jornal francês "Le Parisien", o Barcelona pretende pedir novamente o empréstimo do atacante por uma temporada e pagaria 40 milhões de euros por isso. Só que, desta vez, o clube catalão também emprestaria o atacante Ousmane Dembélé pelo mesmo período.

Na visão da diretoria espanhola, a entrada de Dembélé daria um peso maior ao negócio, aumentando as chances de uma resposta positiva do PSG. Há também a avaliação de que, com a possível chegada de Neymar, o atacante francês acabaria ficando com pouco espaço no elenco.

Desde o começo das negociações, o Barcelona espera que Neymar assuma publicamente seu desejo de retornar ao clube, já que isso poderia facilitar um possível acordo com o PSG. Entretanto, Neymar optou por não se manifestar mesmo querendo deixar a França.

Segundo apurou o UOL Esporte, o camisa 10 não pretende pressionar o diretor esportivo do clube, o brasileiro Leonardo, já que ele sempre deixou claro em conversas com o atacante que não seria fácil sacramentar a transferência.

Enquanto isso, o atleta segue trabalhando normalmente com seus colegas de elenco em atividades físicas. Já quando o técnico alemão Thomas Tuchel começa a preparar treinos táticos, Neymar fica fora da atividade, visto que ele não deverá entrar em campo até o dia 02 de setembro, quando fecha a janela de transferências. O pedido teria partido do próprio Neymar e teria sido acatado por Tuchel.

Mais Futebol