PUBLICIDADE
Topo

Vargas erra cavadinha e Guerrero se isola em artilharia da Copa América

Marinho Saldanha

Do UOL, no Rio Grande do Sul

04/07/2019 00h24

Um duelo particular pautou o jogo semifinal entre Chile e Peru, hoje (03), na Arena do Grêmio. Eduardo Vargas e Paolo Guerrero entraram em campo empatados como maiores artilheiros da Copa América em atividade. E deu Peru. Guerrero fez um golaço, e Vargas teve a chance em cobrança de pênalti, mas errou ao tentar uma cavadinha.

O lance de Vargas ocorreu já nos acréscimos do segundo tempo, quando sua equipe perdia por 3 a 0. Ele correu para a bola, mas optou pela cavadinha. O goleiro Gallese esperou e defendeu com facilidade no centro do gol, sem sequer dar rebote.

Quem definiu o placar do jogo foi Guerrero, que minutos antes recebeu uma enfiada e driblou o goleiro Arias antes de colocar na rede e garantir a classificação de sua seleção à final.

Agora, Guerrero tem 13 gols em sua trajetória na Copa América. Já Eduardo Vargas ficou com 12. A decisão de terceiro lugar e a final podem mudar posicionamentos até a conclusão desta edição do torneio, mas a semi colocou o peruano à frente.

O Peru, agora, faz a final contra o Brasil, domingo, no Maracanã. Já o Chile terá pela frente a Argentina, sábado, na Arena Corinthians, na decisão do terceiro lugar.

Futebol