PUBLICIDADE
Topo

Guerrero reclama de "falta de respeito" com a seleção peruana

Do UOL, em São Paulo

03/07/2019 23h54

Classificação e Jogos

O atacante Guerrero aproveitou a classificação do Peru para a final da Copa América para reclamar da postura de jornalistas esportivos que vinham apontando o Chile como favorito a ficar com a vaga na decisão do torneio.

Em entrevista ao "SporTV", o atacante, que é o maior artilheiro da Copa América em atividade, com 13 gols, reclamou da "falta de respeito" daqueles que apontavam a atual bicampeã como favorita para avançar de fase.

"Não sei, acho que está faltando respeito de algumas pessoas. Ontem em Brasil e Argentina falaram que o Chile era favorito. Eu respeito muito o Brasil e precisam respeitar meu país. Estou feliz de estar aqui, com o carinho das pessoas, mas no futebol não existe favorito, demonstramos isso mais uma vez. As outras pessoas estavam falando que o Chile era muito favorito. Tem que ter mais respeito", reclamou o atacante.

Guerrero ainda destacou que não vê o Brasil como favorito ao título por jogar em casa. De acordo com o atacante, "dentro de campo não existe favorito".

"Temos muito respeito pelo Brasil, mas a gente vai fazer de tudo pra sair com o título. Vai ser um jogo difícil, duro, sabemos como joga o Brasil. É o último jogo, uma final, temos que encarar como uma final. Se vocês quiserem se chamar de favorito, se chamem, mas dentro de campo não existe favorito. É jogo a jogo, temos que fazer nosso trabalho com humildade, como sempre, temos que entrar, sermos agressivos e só assim podemos sair com o campeonato", analisou Guerrero.

Por fim, o atacante minimizou seu gol, que colocou números finais ao confronto contra o Chile. Para Guerrero, é mais importante conseguir os objetivos do grupo do que metas pessoais.

"Sempre falo que, para mim, fazer gols está em terceiro plano. Importante é conseguir objetivos do time, do grupo, nosso objetivo depois de ter jogado a Copa do Mundo era chegar nas últimas instancias da Copa América e conseguimos, estamos muito felizes pela vaga na final. Quando queremos algo, a gente consegue. Lutamos muito, sacrificamos muito e estamos de parabéns", finalizou o atacante.

Futebol