Topo

Futebol


Cavani rompe protocolo, abraça torcedores e ouve que "Neto Baiano é melhor"

Gabriel Carneiro

Do UOL, em Salvador

27/06/2019 14h38

O atacante uruguaio Cavani rompeu um dos protocolos de organização da Copa América para cumprimentar torcedores que se agruparam nas proximidades do hotel em que a delegação está hospedada, em Salvador. Há uma rota traçada entre a saída do ônibus e o saguão do hotel e os curiosos ficam distantes da movimentação. Cavani fez os seguranças abrirem espaço nas barreiras para que fosse em direção à torcida.

Não é a primeira demonstração nesta Copa América de que Cavani gosta do contato com as pessoas - o UOL Esporte ilustrou alguns momentos em reportagem publicada hoje. Na Bahia, cerca de 30 torcedores tiraram fotos e colheram autógrafos e vídeos em seus celulares, entre crianças, adultos, brasileiros e estrangeiros. Um garoto brasileiro tirou risada de todos ao dizer: "Cavani, você é o segundo melhor do mundo. Só perde para Neto Baiano."

Cavani atende fãs na porta do hotel, após treino da seleção do Uruguai em Salvador - Gabriel Carneiro/UOL
Cavani atende fãs na porta do hotel, após treino da seleção do Uruguai em Salvador
Imagem: Gabriel Carneiro/UOL

Neto Baiano, hoje aos 36 anos, defende o Vitória, que é lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro. Logo após a passagem de Cavani próximo dos torcedores, o que durou cerca de 15 minutos, um motorista de táxi cobrou o garoto sobre a afirmação em tom de brincadeira: "Como é que você vai falar para Cavani de Neto Baiano?". Foi outro momento de risadas e brincadeiras entre os fãs de Cavani, que deixaram o local encantados.

"Há alguns meses eu o via pela televisão na Champions. Hoje estou compartilhando momentos com ele. O mais bonito é isso, é chegar e ver como é a pessoa, porque o jogador todos sabem. E são muito admiráveis suas qualidades como ser humano, o carisma que tem. Ele sempre nos pergunta, conversa conosco sobre futebol, até sobre dinheiro, o que seja. Ele é uma pessoa que mostra o significado que gestos podem ter", elogiou o lateral-direito da seleção uruguaia, Giovanni Gonzalez.

O zagueiro Diego Godín também distribuiu alguns autógrafos e tirou fotos, mas não foi tão abordado quanto Cavani e logo entrou no hotel. A delegação uruguaia retornava do treino da manhã, no Barradão, que teve portões fechados. A seleção volta aos treinos amanhã, às 10h, com apenas 15 minutos abertos à imprensa.

O duelo pelas quartas de final da Copa América será contra o Peru, sábado, às 16h, na Arena Fonte Nova.

Futebol