PUBLICIDADE
Topo

São Paulo suspende preventivamente contrato de Carneiro por caso de doping

Gonzalo Carneiro durante treino do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Gonzalo Carneiro durante treino do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

01/06/2019 13h50

Flagrado em teste antidoping com o resultado analítico adverso para cocaína, Gonzalo Carneiro teve o seu contrato com o São Paulo suspenso preventivamente pelo clube. Tal medida já era estudada pelo departamento de futebol, como publicou o UOL Esporte. O atacante uruguaio tem vínculo com o Tricolor paulista até 31 de março de 2021.

Ainda não houve avanços no caso, como a divulgação resultado da contraprova. No futuro, o clube ainda pode avaliar se continua com o jogador e vai reintegrá-lo ou se vai rescindir o acordo de vez. Pelo Código Brasileiro Antidoping, o uruguaio pode ser punido com até dois anos de afastamento dos gramados.

O teste foi realizado na partida contra o Palmeiras, no dia 16 de março, pelo Campeonato Paulista. Por isso, o atacante, indicado ao São Paulo pelo superintendente de relações institucionais, Diego Lugano, não pôde atuar ainda no Campeonato Brasileiro deste ano.

Considerado como uma promessa do futebol uruguaio, o jogador, de 23 anos, ainda não conseguiu emplacar uma boa fase no São Paulo. No total, desde o ano passado, ele disputou 24 partidas pelo time e marcou apenas um gol.

São Paulo