PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo discutirá planejamento e futuro do elenco na pausa do Brasileiro

Raí, diretor-executivo, e Cuca, técnico do São Paulo - Divulgação/saopaulofc.net
Raí, diretor-executivo, e Cuca, técnico do São Paulo Imagem: Divulgação/saopaulofc.net

Flávio Latif e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

01/06/2019 04h00

O São Paulo vê com bons olhos a pausa no Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa América. A diretoria e a comissão técnica pretendem aproveitar principalmente os dez primeiros dias longe dos gramados, quando os jogadores estarão de folga, para discutir e acertar todos os detalhes do planejamento do clube até o fim desta temporada.

O destino dos atletas será definido neste período, que começa após a partida contra o Atlético-MG, no dia 13 de junho. O departamento de futebol tricolor quer fechar a transferência de alguns integrantes do elenco para reduzir a folha salarial e para que Cuca possa trabalhar com um elenco mais enxuto.

Caso algum jogador que não faça parte dos planos do treinador não tenha sido negociado, o São Paulo estuda qual atitude tomar. Uma possibilidade cogitada é de esses atletas treinarem em horários separados do resto do time. Desta maneira, a comissão técnica poderia trabalhar mais focada apenas em quem poderia ter uma chance de atuar.

Jogadores como Bruno Peres, Nenê, Everton Felipe e Jucilei não têm o perfil desejado por Cuca para a equipe e, por isso, são pouco utilizados e já tiveram seus nomes especulados em negociações. O zagueiro Arboleda, que já foi especulado por clubes estrangeiros, também pode acertar a sua transferência para que o clube reforce o seu caixa.

Por outro lado, o São Paulo quer retomar a sua rotina de treinamentos já com o elenco fechado. Por isso, a ideia é tentar fechar as contratações de um atacante de referência e de um lateral direito. Cuca indicou o argentino Juan Dinenno, que tem vínculo com o Racing da Argentina. Porém, até mesmo pelo seu momento, o clube do Morumbi não quer fazer altos investimentos.

Para completar, o departamento de futebol também deve discutir os casos de jogadores que poderiam retornar ao São Paulo de empréstimos, como o lateral esquerdo Júnior Tavares (hoje na Sampdoria, da Itália). Após os dez dias de folga, o São Paulo volta a treinar no CT de Cotia. As dependências da Barra Funda poderão ser utilizadas por seleções que participam da Copa América.

Recuperação

Até esse período de pausa, o São Paulo tenta se reerguer no Campeonato Brasileiro. A equipe treina hoje, no CT da Barra Funda. Em um momento de pressão depois da queda precoce na Copa do Brasil, o time vai enfrentar um protesto da principal organizada, a Independente. Amanhã, o Tricolor paulista recebe o Cruzeiro, no Pacaembu.

São Paulo