PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Daniel Alves comemora retorno à seleção brasileira: 'É uma recompensa'

Do UOL, em São Paulo

28/02/2019 18h08

Aos 35 anos, Daniel Alves foi um dos convocados pelo técnico Tite para defender a seleção brasileira nos amistosos de março contra Panamá e República Tcheca. E mesmo estando entre os jogadores mais experientes da lista, comemorou o chamado do treinador.

Embora seja presente recorrente na seleção desde 2006, Dani Alves não entra em campo sob o comando de Tite desde março de 2018, quando o Brasil venceu a Alemanha por 1 a 0 em amistoso. Lesionado, o jogador do Paris Saint-Germain ficou fora da Copa do Mundo, na Rússia.

“Hoje é um daqueles dias peculiares na minha vida, onde sobram as palavras e ficam os sentimentos, as sensações de toda aquela dedicação, aquela espera, aquele esforço - eles valeram a pena. Poder estar de volta é uma recompensa a tudo isso. Só fortifica minha ideia, o meu respeito à minha profissão, meu respeito à minha vida profissional. Tenho certeza de que isso vai me levar muito, muito mais além, porque vou me dedicar para isso, vou me comprometer”, disse.

“Aprendi uma coisa na minha vida, desde que saí da minha casa: não se falha a quem confia em ti. Estou pronto para dar resposta positiva a aqueles que confiam em mim. O caminho, eu conheço bem. O caminho, graças a Deus, Ele me ensina todos os dias para conseguir os objetivos, para conseguir estar no alto nível e dar respostas positivas. Hoje é um dia especial, muito feliz”, completou.

Além de Dani Alves, Tite também convocou Danilo (Manchester City) para a lateral direita. Os jogos contra Panamá e República Tcheca acontecem respectivamente nos dias 23 e 26 de março.

Seleção Brasileira