PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Distante em 2018, Vinicius Jr. deslanchou em janeiro para convencer Tite

Pedro Ivo Almeida e Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/02/2019 16h30

Principal novidade na convocação da seleção brasileira para os amistosos de março, Vinicius Júnior não empolgava o técnico Tite em um passado recente. Uma arrancada fulminante no Real Madrid-ESP, no entanto, mudou o panorama e convenceu o treinador poucos meses antes da Copa América. O janeiro de 2019 foi decisivo para isso.

Em 2018, Vinicius Júnior estava distante da seleção e era recém-chegado ao Real Madrid. Mas a virada do ano o colocou em outra condição no clube merengue e, consequentemente, na avaliação da comissão técnica brasileira. Desde janeiro, o atacante disputou 15 jogos e foi titular 14 vezes na Espanha. 

Ele enfileirou boas atuações, mostrou o amadurecimento necessário e ganhou a oportunidade diante de um panorama que parecia desfavorável - até mesmo pelas análises anteriores de Tite. Desta vez, porém, o técnico destacou as qualidades, ainda que tenha pedido calma com o jovem.

"Se nós retrocedêssemos para a última convocação, o Vinicius Júnior não estaria. Mas, aberto a novos valores, essa ascensão o credenciou. Isso é considerável. Não é análise de números, é qualitativa. Com essa expectativa, eu quero proporcionar afirmação e evolução", afirmou.

"Precisamos ponderar. Vamos deixar que o tempo permita. Acredito que alguns atletas possam apressar etapas de oportunidade e amadurecimento. Sentir o jogo, o vestiário, o peso de vestir a camisa amarela. Isso é inquestionável. Daremos mais uma etapa para que ele possa crescer. O Vinicius Júnior é um jogador agudo, de finta, com um contra um de atacar espaço. Uma força impressionante. Se você observar, quando ele enfrenta, o adversário começa a ir para trás. É uma construção", completou Tite.

Pelo Real Madrid, incluindo o time B, Vinicius Júnior disputou 31 jogos e fez oito gols. Na equipe principal, o atacante fez 26 partidas, sendo titular em 17 oportunidades e permanecendo em campo sete ocasiões por 90 minutos.

Cerca de seis meses depois da apresentação aos fanáticos torcedores merengues, o garoto formado no Flamengo atinge o que sonhava por conta de uma fulminante arrancada.

Confira a lista completa:

Goleiros
Alisson (Liverpool-ING)
Ederson (Manchester City-ING)
Weverton (Palmeiras-BRA)

Laterais
Alex Sandro (Juventus-ITA)
Danilo (Manchester City-ING)
Daniel Alves (PSG-FRA)
Filipe Luis (Atlético de Madri-ESP)

Zagueiros
Eder Militão (Porto-POR)
Marquinhos (PSG-FRA)
Miranda (Inter de Milão-ITA)
Thiago Silva (PSG-FRA)

Meio-campistas
Allan (Napoli-ITA)
Arthur (Barcelona-ESP)
Casemiro (Real Madrid-ESP)
Fabinho (Liverpool)
Felipe Anderson (West Ham-ING)
Lucas Paquetá (Milan-ITA)
Philippe Coutinho (Barcelona-ESP)

Atacantes
Everton (Grêmio-BRA)
Roberto Firmino (Liverpool-ING)
Gabriel Jesus (Manchester City-ING)
Richarlison (Everton-ING)
Vinicius Júnior (Real Madrid-ESP)

Seleção Brasileira