PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Mano avalia comportamento de zagueiros para definir substituto de Dedé

© Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Imagem: © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

27/02/2019 04h00

Até o último final de semana, Murilo era apontado como substituto de Dedé (suspenso) para a estreia do Cruzeiro na Libertadores. Mas o técnico Mano Menezes ainda não está certo de quem irá escalar no próximo dia 7 de março, contra o Huracán, em Buenos Aires. Faltando pouco mais de uma semana para a partida, o jogador segue na frente do seu concorrente Fabrício Bruno, mas a personalidade e o comportamento para lidar com as críticas serão alguns fatores a serem analisados pelo técnico.

Segundo Mano Menezes, a escolha não será feita unicamente por causa do jogo contra a URT, no último domingo. Na ocasião, Murilo começou jogando, mas teve uma atuação aquém do esperado e foi bastante criticado, passando insegurança e cometendo erros. O zagueiro estava no lance em que perdeu a disputa com Reis e viu o atacante empatar o jogo nos acréscimos do primeiro tempo.

"Sempre deixo as definições para quando está próximo da disputa, mas não vai ser o jogo da URT que vai tirar ou colocar Murilo no jogo contra o Huracán. Vai ser aquilo que estamos vendo há mais tempo. Vai depender também da personalidade dele, da resposta que ele dá sobre algumas críticas. As críticas fazem parte da vida. Os passos seguintes precisam dar confiança", indicou o treinador.

Seguindo o raciocínio que Mano costuma adotar nesses momentos, Murilo seria o nome para a vaga aberta na zaga. Por estar no clube há mais tempo e já ter atuado em decisões importantes (jogou a Copa do Brasil de 2017 como titular), a situação do jogador se encaixa no modelo de coerência adotado pelo comandante. Por isso, a postura do próprio atleta daqui para frente será crucial na escolha.

Até o jogo contra o Huracán, o Cruzeiro fará pelo menos mais cinco treinamentos em Belo Horizonte: hoje, quinta, sexta, segunda e terça.

Vale lembrar que Dedé não poderá jogar na estreia do Cruzeiro na Libertadores por causa da expulsão no último jogo do ano passado, quando a equipe acabou eliminada para o Boca Juniors. Além do zagueiro, outro desfalque importante será o meia Thiago Neves. O meia teve um estiramento na panturrilha e está com chances remotas de se recuperar a tempo e, por isso, já foi praticamente descartado por Mano.

Cruzeiro