PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Mano cita chance remota e não conta com T. Neves na estreia da Libertadores

Novo camisa 10 do Cruzeiro não deverá estar em campo na estreia celeste na Libertadores, contra o Huracán - Cruzeiro/Divulgação
Novo camisa 10 do Cruzeiro não deverá estar em campo na estreia celeste na Libertadores, contra o Huracán Imagem: Cruzeiro/Divulgação

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

26/02/2019 12h37

Camisa 10 do Cruzeiro para a temporada 2019, Thiago Neves deverá perder a estreia da equipe na Copa Libertadores da América, marcada para o dia 7 de março, contra o Huracán, em Buenos Aires. Em entrevista nesta manhã, o técnico Mano Menezes mostrou sinceridade e praticamente descartou o meia, que ainda não está totalmente recuperado de um estiramento na panturrilha direita.

"A gente sempre conduz as coisas com base na verdade. É difícil o Thiago estar na estreia, bem provável que Thiago esteja na volta do Mineiro (contra o Tombense, dia 10/03). É remota a volta na Libertadores", iniciou o técnico.

Além de Thiago, outro que deverá ficar de fora da estreia é Raniel. O atacante teve um estiramento na coxa direita no último domingo. Em contrapartida, Marquinhos Gabriel, que também deixou o jogo contra a URT mais cedo devido a um desconforto na coxa, não preocupa.

"Acho que teremos o Marquinhos Gabriel, que não foi nada tão grave. Mas talvez Raniel um pouco mais. É bem provável que não teremos o Raniel. Teremos o Fred, teremos Edilson. A base da equipe estará à disposição", acrescentou.

Por isso, a tendência é que o setor ofensivo do Cruzeiro seja formada por Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Robinho, além de Fred no ataque. No setor defensivo, Murilo sai na frente, mas ainda não está garantido na vaga de Dedé, suspenso, e ainda disputa a vaga com Fabrício Bruno.

Cruzeiro