PUBLICIDADE
Topo

Santos

Peres vê "acidente" em eliminação e promete pagar multa de Felipe Jonatan

José Carlos Peres é presidente do Santos - Ivan Storti/Santos FC
José Carlos Peres é presidente do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

26/02/2019 22h46

O presidente José Carlos Peres acredita que a eliminação do Santos na Copa Sul-Americana foi um acidente. Ele reclama de um gol mal anulado do colombiano Copete na partida de ida, no Uruguai, quando o Peixe empatou por 0 a 0. Com o novo empate hoje, desta vez por 1 a 1, o River Plate (URU) acabou classificado pela regra do gol qualificado fora de casa.

"Não é vexame, é acidente. Tivemos gol roubado, gol legítimo, fomos furtados. Até os repórteres consideraram legítimo. E acho que perdemos lá, aqui eles se trancaram, não tivemos torcida. Torcida é 12º jogador e talvez dos 12, o mais importante, movimenta, agita, ela realmente pressiona. Jogamos sem torcida, teve um gol numa única escapada e a gente teve apenas um gol e eles se classificaram", lamentou o mandatário na saída do Pacaembu.

Ainda buscando reforçar o time, Peres garantiu que o Santos irá efetuar o pagamento da multa rescisória do lateral-esquerdo Felipe Jonatan, de 6 milhões de reais. Apesar de, por contrato, ainda pertencer ao Ceará, o jogador já treina há uma semana no CT Rei Pelé.

O Peixe notificou o Ceará sobre o pagamento da multa no dia 15 de fevereiro, mas até agora não depositou o valor, e a cúpula santista alega problemas de fluxo de caixa. Irritado, o Ceará solicitou o retorno do atleta, mas Peres descartou a possibilidade da negociação "melar".

"Prazo do Felipe Jonatan é até sexta-feira, mas acredito que até amanhã... Vamos pagar. Santos não dá calote em ninguém. Santos honra seus compromissos e pagará até sexta", disse o presidente na saída do Pacaembu após o empate que eliminou o time da Copa Sul-Americana.

Felipe Jonatan chegou até a treinar como titular com Jorge Sampaoli dois dias antes do empate com o Palmeiras. O treinador quer contar com o jogador o quanto antes já que vem improvisando o atacante Copete no setor. No atual elenco, apenas Orinho é lateral-esquerdo de origem, mas ele não convenceu o argentino.

Além do atleta do Ceará, o Peixe também negocia com o lateral-esquerdo Jorge, que pertence ao Monaco (FRA) e está emprestado ao Porto (POR). A negociação está bem encaminhada, mas restam alguns detalhes para ser concretizada. A ideia é ter os dois jogadores e resolver o setor mais carente do atual elenco.

Santos