PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Oposição do Palmeiras avisa Crefisa que, se eleita, quer renovar

Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

17/11/2018 04h00

A chapa Avanti Palmeiras, oposição à atual gestão e que tem Genaro Marino como candidato à presidência, enviou uma carta à Crefisa e sua presidente Leila Pereira. Depois de discordâncias e até uma ação judicial envolvendo as partes, a correspondência tem como objetivo expressar à patrocinadora o desejo de renovar a parceria em caso de vitória nas eleições do clube, que acontecem no próximo sábado (24). O contrato atual termina no fim deste ano.

"A Chapa Avanti Palmeiras possui interesse na renovação dos contratos de patrocínio entre SEP, Crefisa e FAM para o triênio 2019/2021 e 2) indaga-se se V. Sas. têm interesse na renovação dos contratos de patrocínio para o triênio 2019/2021, na hipótese de a Chapa Avanti Palmeiras vir a vencer as eleições presidenciais".

O candidato à presidência pela chapa Avanti, Genaro Marino, é um dos vice-presidentes da atual gestão, mas é adversário político do atual mandatário Mauricio Galiotte, que concorre à reeleição. Galiotte é rompido com três de seus atuais vice-presidentes: Marino, Victor Fruges e José Carlos Tomaselli.

Os três vices entraram em rota de colisão com a Crefisa em agosto: Leila foi à Justiça depois de os três emitirem uma nota de repúdio à entrevista dada por ela ao Blog do Ohata. Na ocasião, a empresária disse que deixaria de patrocinar o Palmeiras caso um inimigo assuma a presidência. Ela pede que cada um dos processados pague R$ 100 mil de indenização.

A ação ainda não foi julgada. Até o momento da publicação da matéria, a chapa Avanti ainda não havia recebido resposta da patrocinadora alviverde.

A chapa da situação é encabeçada pelo atual presidente Mauricio Galiotte, e tem como candidatos a vice-presidentes Paulo Buosi, Décio Perin, Alexandre Zanotta e José Eduardo Caliari. A oposição, do candidato Genaro Marino, tem José Carlos Tomaselli, Ricardo Galassi, Luís Fronterotta e Guilherme Pereira.

Futebol