PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cavani admite "diferenças" com Neymar, mas pede união em campo pelo PSG

Cavani e Neymar se cumprimentam durante jogo do PSG - Christophe Simon/AFP
Cavani e Neymar se cumprimentam durante jogo do PSG Imagem: Christophe Simon/AFP

Do UOL, em São Paulo

28/09/2017 06h37

Depois de ajudar o Paris Saint-Germain a vencer o Bayern de Munique por 3 a 0, nessa quarta-feira (27), em jogo válido pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Edinson Cavani falou sobre a polêmica com Neymar, seu companheiro de ataque na equipe francesa. O centroavante uruguaio admitiu a existência de "diferenças" em relação ao brasileiro, mas afirmou que isso não pode atrapalhar o desempenho do time.

"Neymar? Penso no time, penso em ganhar e sorrir. Há diferenças, todos somos diferentes. Cada um tem sua maneira de ser, de viver, mas no campo, temos que ser como uma família, é isso que importa. Tentamos nos esforçar o máximo possível em cada jogo. Todos têm sua maneira de pensar, mas o mais importante é o grupo", disse Cavani, em entrevista à televisão italiana "Mediaset Premium".

Os problemas entre os sul-americanos têm origem nas cobranças de pênalti, já que os dois querem o cargo de batedor oficial do PSG. Depois da vitória sobre o Bayern de Munique, no entanto, Neymar minimizou a questão.

"Não, é que inventam muita história, falam demais. Falam coisas que não sabem, tentam entrar no nosso privativo, no nosso vestiário, e acabam falando demais. Aí acabam falando coisas que não existem, mas está tudo certo", declarou o brasileiro.

Logo depois da partida, Neymar ainda foi ao Instagram para postar foto em que aparece abraçando Cavani.

Futebol