PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-jogador de Cruzeiro, ABC e América-RN morre aos 56 anos em Natal

Reprodução/ ABC F.C.
Imagem: Reprodução/ ABC F.C.

Do UOL, em Belo Horizonte

25/09/2017 12h33

Morreu nesta segunda-feira (25), aos 56 anos, Dedé de Dora, ex-jogador de Cruzeiro, América-RN e ABC-RN. O antigo meio-campista faleceu nesta madrugada após lutar contra um câncer no pulmão.

O ex-jogador deixa a esposa e dois filhos. O velório será realizado no Centro Vila Flor, na Avenida Xavier da Silveira, no bairro de Morro Branco, em Natal, a partir das 12h (de Brasília) desta segunda-feira. O sepultamento ocorre às 9h de terça-feira no Cemitério Santo Antônio dos Barreiros, em São Gonçalo do Amarante (RN).

José Gomes de Medeiros, conhecido como Dedé de Dora, alcançou o auge da carreira na década de 1980, defendendo o Cruzeiro. No início de 1985, chegou à Toca da Raposa por empréstimo de cinco meses, vindo do ABC de Natal.

A passagem pela capital mineira foi breve, uma vez que o time potiguar não aceitou negociá-lo em definitivo, mas o suficiente para deixar o seu nome marcado no clube de Belo Horizonte. O apelido curioso e a velocidade com que partia para cima dos defensores rivais foram os fatos mais marcantes.

A alcunha tem uma explicação simples. O ex-atleta tinha o apelido de Dedé. Como o apelido era comum entre os jovens da época, foi feita menção à mãe: Dona Dora. A princípio, era conhecido como Dedé de Dona Dora. A mudança ocorreu no decorrer da carreira e, então, se tornou Dedé de Dora.

A passagem por Minas Gerais o transformou em uma figura inesquecível. Na ocasião, ele ficou entre os 44 mais valiosos do Brasil, sendo cotado inclusive para defender a seleção do país. Mesmo em tempo de vacas magras, o Cruzeiro encontrou um jogador que escreveu seu nome na história do clube.

Mas não foi só em Belo Horizonte que Dedé de Dora teve passagem memorável. O antigo meio-campista da Raposa defendeu também os dois maiores clubes de Natal. Em ambos, foi crucial para conquistas. Em 1983 e 1984, faturou o bicampeonato potiguar pelo ABC. Em 1988/89 e em 1991/92, conquistou os mesmos títulos pelo América-RN.

Futebol