PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Como guerra política do Corinthians fez diretor desistir de assumir cargo

Fernando Alba (à esquerda) desistiu de ser novo diretor adjunto do Corinthians - Arquivo pessoal
Fernando Alba (à esquerda) desistiu de ser novo diretor adjunto do Corinthians Imagem: Arquivo pessoal

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

27/10/2016 13h11

Aproximadamente 12 horas depois de aceitar o convite para ser novo diretor adjunto de futebol do Corinthians, Fernando Alba voltou atrás.

Ex-comandante dos esportes aquáticos (gestão Andrés Sanchez, até 2011) e das divisões de base (gestão Mário Gobbi, até 2014), ele deixa dessa maneira o cargo ainda vago. Por ora, somente Flávio Adauto está confirmado na reformulação do futebol, como diretor principal.

Na noite de quarta-feira, Alba foi procurado e indicou ao presidente que aceitava o convite para substituir Eduardo Ferreira como diretor adjunto. Nas horas seguintes, porém, foi pressionado por aliados de seu grupo político: no entendimento deles, seria incoerente assumir posição na gestão de Roberto de Andrade, ao qual essa corrente tem sido contrária.

Além disso, o grupo, que é muito ligado ao ex-presidente Andrés Sanchez entende que não seria inteligente se juntar à administração de Roberto de Andrade que, segundo a avaliação deles, não tem hoje bom índice de aprovação entre torcedores e conselheiros. Na prática, essa gestão terá apenas mais um ano de trabalho.

A corrente em que se inclui Fernando Alba também avalia a possibilidade de lançar candidato próprio nas eleições do clube para 2018 e, dessa maneira, se juntar ao grupo de Roberto minaria esse desejo para o próximo pleito. Não é segredo que a relação entre o atual presidente e Andrés, a cada semana, se torna mais difícil.

Por isso, no fim da manhã desta quinta-feira, Fernando Alba procurou Roberto de Andrade para agradecer o convite e deixar a vaga de diretor de futebol adjunto ainda em aberto. Flávio Adauto, por sua vez, será apresentado na sexta-feira aos funcionários no CT Joaquim Grava e irá falar com jornalistas pela primeira vez na nova função.

A reportagem tentou contato com Fernando Alba, mas ele não foi localizado.

Futebol