PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ronaldo é vaiado pela torcida da Inter de Milão: 'Foi uma minoria'

Ronaldo assistiu ao jogo da Inter de Milão x Sampdoria (20/02/2016) -  EFE/EPA/DANIEL DAL ZENNARO
Ronaldo assistiu ao jogo da Inter de Milão x Sampdoria (20/02/2016) Imagem: EFE/EPA/DANIEL DAL ZENNARO

Do UOL, em São Paulo

22/02/2016 11h32

Ronaldo esteve presente nas tribunas do estádio Giuseppe Meazza, em Milão, sábado, para relembrar os tempos de jogador. O ex-atacante defendeu os dois clubes da cidade: Inter e Milan. De acordo com o jornal Gazzetto Dello Sport, o Fenômeno foi vaiado por torcedores da Inter durante duelo contra a Sampdoria, pelo Campeonato Italiano.

Questionado após a partida sobre as vaias, Ronaldo disse se tratar de uma minoria.

“Eu andei por Milão por quarto dias e não fiz nada além de tirar fotos e dar autógrafos. Não sabe a quantidade de pessoas que me parou com carinho. Aqueles que me insultaram [no estádio] foram uma minoria. De qualquer forma, não posso ficar irritado com aqueles que não sabem ou não entenderam a verdade”, disse.

Ronaldo revoltou parte da torcida da Inter quando trocou o Real Madrid pelo arquirrival Milan, em 2007. O Fenômeno tinha defendido a Inter nos anos de 1997 a 2002.

Segundo o ex-atacante, a Inter não manifestou interesse em recontratá-lo após passagem pelo Real, diferentemente do Milan, que não economizou esforços para adquirir seus direitos econômicos.

“Eu queria voltar em 2007 para a Inter e disse para o Marco Branca [ex-diretor da Inter]. Mas ele disse que tinha que falar com o Moratti [presidente] e me deixou à espera por mais de uma semana, pois meu retorno dependia do Adriano sair. Mas no fim eles escolheram o Adriano”.

Futebol