PUBLICIDADE
Topo

Santos vê Diego difícil e ainda aguarda desfecho por Leandro Damião

Meia Diego pediu R$ 1 milhão de salário, mas Santos está disposto a pagar R$ 600 mil - Foto de Jorge Araújo/Folhapress
Meia Diego pediu R$ 1 milhão de salário, mas Santos está disposto a pagar R$ 600 mil Imagem: Foto de Jorge Araújo/Folhapress

Do UOL, em Santos (SP)

13/12/2013 18h08

O Comitê Gestor do Santos mantém a cautela para confirmar a contratação de reforços. O clube, que também ainda não anunciou oficialmente o técnico Oswaldo de Oliveira, alega que ainda aguarda o desfecho da transação com o atacante Leandro Damião, do Internacional. Isso porque o Doyen Sports, grupo de investidores que está comprando o atleta, aguarda os dirigentes do clube gaúcho para a assinatura do contrato.

Se não bastasse, o presidente do Santos, Odílio Rodrigues, revelou que a negociação com o meia Diego está complicada por causa dos valores, como havia antecipado o UOL Esporte.

“Conversamos em algumas reuniões com o pai do Diego, ficamos preocupados com os números, pois o que ele ganha na Alemanha é elevado para o futebol brasileiro. Achamos essa uma negociação difícil em termos de ganhos do atleta”, afirmou o dirigente à Rádio Bandeirantes.

Diego pediu R$ 1 milhão de ordenado, mas a diretoria santista já fez uma contraproposta e ofereceu cerca de R$ 600 mil, valor que ainda é considerado acima das condições financeiras do clube por parte da cúpula.

Se não bastasse, o Menino da Vila tem contrato com o clube alemão até o meio do próximo ano. Desta forma, o Santos terá que indenizar o Wolfsburg se quiser contar com o atleta já para o inicio da próxima temporada.

Além disso, a diretoria santista assustou com a pedida do clube alemão, que exige 4 milhões de euros (aproximadamente R$ 13 milhões) para liberá-lo antes do término do contrato do atleta.

No caso de Leandro Damião, o grupo Doyen Sports encaminhou a compra de 70% dos direitos do jogador. A saída vai render 13 milhões de euros – aproximadamente R$ 41,8 milhões - para o clube gaúcho.

O Santos, parceiro do fundo de investimentos, aguarda apenas a notificação para anunciar o jogador. Damião já tem salários acertados com o time paulista, ganhará cerca de R$ 400 mil mensais, e deve se apresentar em janeiro na Vila Belmiro.

Futebol