PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Desembargador, dirigente corintiano concede liberdade a líder da Gaviões

Protesto da Gaviões no Parque São Jorge; presidente do Conselho julgou caso de líder da torcida - Danilo Lavieri / UOL
Protesto da Gaviões no Parque São Jorge; presidente do Conselho julgou caso de líder da torcida
Imagem: Danilo Lavieri / UOL

Do UOL, em São Paulo

26/09/2017 04h00

Guilherme Strenger, presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians e desembargador de Justiça, concedeu na última semana liberdade a Carlos Britto, um dos líderes da torcida Gaviões da Fiel. Strenger julgou um recurso de Britto em um caso no qual o torcedor é acusado de tentativa de homicídio pelo espancamento de duas pessoas em 2013. Britto é representado em processos judiciais por Daniel Bialski, que também é conselheiro e participa do Conselho de Ética do clube alvinegro.

Apesar de ter concedido a liberdade, Strenger aplicou medidas restritivas como comparecimento mensal em juízo, proibição de frequentar estádios e monitoramento eletrônico. À De Primeira, o presidente do Conselho corintiano disse que não pode comentar a decisão judicial, pois o processo está em andamento. Strenger, ainda assim, negou haver conflito ético no caso. “Só posso dizer que não há nenhum. Quem acha que há, deve ler o código de processo penal para depois afirmar o que diz”, afirmou. Ele ainda salientou que o julgamento foi feito com mais dois desembargadores e que a decisão foi unânime - Strenger foi o relator do caso. (Por Dassler Marques e Pedro Lopes)

Corinthians: Carille em 2020 só depende do clube

A intenção da diretoria corintiana era renovar com Fábio Carille por mais três anos, mas por orientação do departamento jurídico do clube a renovação de vínculo foi feita de outra forma. O treinador assinou por duas temporadas, com opção de extensão por uma terceira. 

Esse último ano (2020) pode ser exercido pelo clube de maneira unilateral durante 2019. (Por Dassler Marques)

SP: Prazo para ação que tenta revogar estatuto

A Justiça de São Paulo concedeu um prazo de cinco dias para que as partes digam as provas que pretendem apresentar em uma ação do oposicionista Newton Ferreira que visa revogar o novo estatuto do São Paulo. Ferreira quer anular a assembléia geral realizada em dezembro de 2016 para aprovação do novo documento, que tinha como promessa profissionalizar a gestão do clube. (Por Pedro Lopes)

Santos: Comissão a agente de argentino

A Justiça de Santos negou um recurso do Santos para se livrar de pagar comissão no valor de R$ 316 mil a Lodovico Spinosi, agente do argentino Cristian Ledesma. Com a decisão, o clube alvinegro terá de desembolsar a quantia, referente à intermediação da contratação do jogador que disputou apenas quatro partidas na Baixada. (Por Pedro Lopes)

Vasco: Por Globo, Juninho não entra em campanha

Os integrantes da campanha de Julio Brant, um dos postulantes à presidência do Vasco, tiveram de lidar com uma saia-justa momentos antes do lançamento da candidatura, na última quinta. Bandeiras com imagens de ídolos como Edmundo, Felipe e Mauro Galvão foram expostas no local do ato, mas a de Juninho pernambucano teve de ser retirada às pressas. O ídolo não sabia que estaria representado e alegou que seu contrato com a Globo não permite este vínculo. Juninho pediu e foi prontamente atendido pela organização. (Por Bruno Braz e Leo Burlá)

Barcelona: Coutinho em julho de 2018?

O Barcelona não desistiu de tentar a contratação de Philippe Coutinho, mas não tem pressa para buscá-lo. O clube se prepara para retomar as negociações com o meio-campista em julho de 2018 e já informou o estafe do meia sobre os planos. A conversa podia voltar a acontecer na janela européia de inverno, em janeiro, mas o fato de Coutinho ter sido inscrito na Liga dos Campeões pelo Liverpool adiou a investida. (Por Dassler Marques e Thiago Fernandes)