PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Com pacotes de jogos, Paulista tem oferta da Globo e negocia com 8 empresas

Hernanes controla a bola em partida do São Paulo contra o Mirassol pelo Paulistão - Miguel Schincariol/SPFC
Hernanes controla a bola em partida do São Paulo contra o Mirassol pelo Paulistão Imagem: Miguel Schincariol/SPFC
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

11/05/2021 04h00

A Globo já fez proposta para renovar seu contrato de direitos do Campeonato Paulista. Porém, concorrentes também já fizeram ofertas e, no total, oito empresas negociam com a Federação Paulista de Futebol. A venda será feita por pacotes de jogos e, portanto, nenhum veículo deve ficar com todas as partidas.

Internamente, a FPF está otimista e entende que as propostas já feitas superam o valor atual pago pelo Paulista. O contrato de 2021 da Globo pelo Estadual vale R$ 225 milhões para todas as mídias, incluindo TV Aberta, Fechada e pay-per-view.

A emissora, no entanto, fez uma proposta em valor inferior a esse para renovação, assim como já tinha feito no Carioca. Não foi possível saber o valor. Faz parte da política atual da emissora que tem reduzido o valor pago por campeonatos, principalmente Estaduais.

O Paulista, no entanto, é mais estratégico para a emissora por representa 45% do ppv, então, a oferta foi bem superior ao que ocorreu no Estadual do Rio. Por três meses, enquanto não começa o Brasileiro, é a principal competição do Premiere.

Ao contrário do Carioca, a Globo mostrou-se mais flexível na negociação com a FPF. Desta vez, sinaliza que pode aceitar ficar com um pacote de partidas, e não o campeonato todo. Mas é essencial para emissora ter jogos para sua plataforma de ppv.

E é justamente o que quer a Federação Paulista de Futebol: repetir o modelo da Libertadores em que há divisão por pacotes de jogos e não por plataformas. Não há um leilão fechado como ocorreu na competição sul-americana. Assim, o grupo de partidas será montado de acordo com a negociação com as partes.

Além da Globo, a FPF também está conversando com outras redes de TV Aberta, além de plataformas de TV Fechada e plataformas de streaming.

A atual temporada do Paulista foi marcada por um calendário apertado, jogos com intervalos curtos em horários incomuns. Além disso, times como Palmeiras, São Paulo e Corinthians foram obrigados a usar times reservas por causa da falta de tempo no cronograma. Além disso, a diretoria alviverde afirmou que a competição era usada como pré-temporada.

A FPF, no entanto, entende que esses problemas não afetam a imagem da competição. Na visão da entidade, trata-se de que questões pontuais relacionadas a esse ano. E, portanto, não vão impactar a negociação do novo contrato de direitos.

Rodrigo Mattos