PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Seleção movimenta R$ 717,5 mi na janela; veja quem ainda pode mudar de time

Gabriel Jesus é um dos jogadores da seleção que mudou de time na janela - Kenta Harada/Getty Images
Gabriel Jesus é um dos jogadores da seleção que mudou de time na janela Imagem: Kenta Harada/Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

06/07/2022 04h00

Líder do ranking da Fifa e única equipe com cinco títulos de Copa do Mundo no currículo, a seleção brasileira tem movimentado a janela de transferências de início da temporada 2022/23.

Três jogadores que Tite deve levar ao Qatar-2022 protagonizaram negócios nas últimas semanas. E pelo menos outros seis atletas acostumados a vestir a amarelinha estão cotados para mudar de clube nas próximas semanas.

Até o momento, os selecionáveis do Brasil já movimentaram 130,2 milhões de euros (R$ 717,5 milhões) nesta edição do Mercado da Bola. Foram 58 milhões de euros (R$ 319,7 milhões) por Richarlison (Tottenham), 52,2 milhões de euros (R$ 287,7 milhões) por Gabriel Jesus (Arsenal) e 20 milhões de euros (R$ 110,3 milhões) por Philippe Coutinho.

Nenhum outro time que vai ao Mundial deste ano na condição de favorito gerou tanta grana assim.

A França, por exemplo, viu seus atletas de seleção moverem 91 milhões de euros (R$ 502,1 milhões). O mercado da Inglaterra está na casa de 60,2 milhões (R$ 332 milhões). E as movimentações da Argentina só chegaram a 33,6 milhões de euros (R$ 185,3 milhões).

E, nas próximas semanas, a quantidade de dinheiro gerado por transferências dos homens de confiança de Tite só deve aumentar.

O próximo a completar uma transação milionária deve ser o meia-atacante Raphinha. O camisa 10 do Leeds United tem uma proposta de 65 milhões de euros (R$ 360 milhões) do Chelsea, mas ainda aguarda uma movimentação do Barcelona, time para onde deseja se transferir, antes de definir o futuro.

Os meias-atacantes Lucas Paquetá e Antony são outros que estão na fila das possíveis transferências cheias de grana a serem fechadas nas próximas semanas. O primeiro, hoje jogador do Lyon, interessa ao Newcastle, enquanto o ponta do Ajax está na mira do Manchester United.

Há ainda a indefinição sobre o que irá acontecer com Neymar. Fora dos planos da diretoria do Paris Saint-Germain para a próxima temporada (mas desejado pelo novo técnico do time, Christophe Galtier), o astro pode ser negociado com o Chelsea, emprestado a algum outro clube ou acabar permanecendo na capital francesa.

Por fim, dois laterais da seleção também estão com o futuro em aberto. Daniel Alves ainda procura uma equipe para se manter em atividade até o Mundial depois de não ter tido o contrato renovado com o Barcelona. E Alex Telles está na lista de atletas que o Manchester United pretende liberar -há a possibilidade de uma transferência de volta para o Porto.

A estreia da seleção brasileira na Copa do Qatar-2022 está marcada para o dia 24 de novembro, contra a Sérvia, em Lusail. Cabeça de chave do Grupo G, a equipe canarinho enfrentará também Suíça e Camarões na primeira fase.

O Mundial será disputado fora do seu período habitual por causa do calor que faz no Oriente Médio no meio do ano. Por isso, começará em 21 de novembro e tem a final marcada para 18 de dezembro.

Essa será a última edição do torneio da Fifa com o formato que vem sendo utilizado desde a França-1998. A partir da Copa seguinte, organizada por EUA, Canadá e México, serão 48 participantes na disputa pelo título.