PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Brasil tenta colocar 6 times nas quartas da Libertadores pela 1ª vez

Com vitória por 3 a 0 no Paraguai, Palmeiras já está quase classificado na Libertadores - Cesar Olmedo/Reuters
Com vitória por 3 a 0 no Paraguai, Palmeiras já está quase classificado na Libertadores Imagem: Cesar Olmedo/Reuters
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

05/07/2022 04h00

O Brasil ganhou as três últimas edições da Copa Libertadores da América (Flamengo, em 2019, e Palmeiras, nos dois anos seguintes), teve o dono da melhor campanha da fase de grupos nesta temporada (Palmeiras) e é o país mais representado nos matas-matas decisivos da competição.

A hegemonia verde e amarela construída recentemente no primeiro escalão do futebol sul-americano pode ganhar mais um novo, inédito e expressivo capítulo nesta semana.

Pela primeira vez em mais de seis décadas de disputa, a competição interclubes número um da competição pode ter seis clubes de um mesmo país nas quartas de final. E adivinha que nação é essa...

É verdade que, para alcançar essa marca histórica, o Brasil precisa ter 100% de aproveitamento nas oitavas. Mas o desempenho nos confrontos de ida da primeira rodada dos mata-matas deixou todas as equipes do país vivas na briga pela classificação.

A situação mais confortável é a do atual bicampeão, Palmeiras, que meteu 3 a 0 no Cerro Porteño, lá no Paraguai, e avança de fase mesmo que seja derrotado por dois gols de diferença amanhã, em São Paulo.

O Flamengo, que recebe o Tolima, também amanhã, é outro que venceu fora de casa (1 a 0) e está com a vaga encaminhada.

Assim como paulistas e cariocas, o Athletico-PR ganhou o jogo de ida (2 a 1 contra o Libertad). A diferença é que jogou nos seus domínios e agora terá de segurar a vantagem para conseguir a classificação no Paraguai.

Atlético-MG, Corinthians e Fortaleza, os outros três representantes do futebol pentacampeão mundial ainda na briga pelo título da Libertadores, empataram seus jogos de ida e, por isso, precisam vencer os compromissos desta semana (no tempo normal ou nos pênaltis).

Do trio, o atual campeão brasileiro é o único que irá decidir em casa, hoje, contra o Emelec. Corinthians e Fortaleza vivem situações mais delicadas, já que têm pela frente adversários argentinos (Boca Juniors e Estudiantes, respectivamente) e terão de buscar a vaga nos estádios dos rivais.

O recorde de presença brasileira nas quartas do torneio continental foi estabelecido no ano passado. Em 2021, cinco dos últimos oito postulantes à taça eram da terra da caminha canarinho: São Paulo, Palmeiras, Atlético-MG, Flamengo e Fluminense. Uma marca que pode ser quebrada até quinta-feira.

Apesar de o futebol pentacampeão mundial ter vencido as três últimas edições da Libertadores, ele continua atrás da Argentina no ranking de conquistas continentais: 25 a 21.

Como já vem acontecendo desde 2019, a final do torneio interclubes mais importante da América do Sul será novamente disputada em jogo único. Desta vez, a decisão está programada para o dia 29 de outubro, no estádio Monumental de Guayaquil, no Equador.

Libertadores - oitavas de final (volta)

Hoje, às 19h15 - Atlético-MG (1) x (1) Emelec, em Belo Horizonte (MG)
Hoje, às 21h30 - Boca Juniors (0) x (0) Corinthians, em Buenos Aires (ARG)
Hoje, às 21h30 - Libertad (1) x (2) Athletico-PR, em Assunção (PAR)
Amanhã, às 19h15 - Palmeiras (3) x (0) Cerro Porteño, em São Paulo (BRA)
Amanhã, às 19h15 - Colón (1) x (1) Talleres, em Santa Fé (ARG)
Amanhã, às 21h30 - River Plate (0) x (1) Vélez Sarsfield, em Buenos Aires (ARG)
Amanhã, às 21h30 - Flamengo (1) x (0) Tolima, no Rio de Janeiro (RJ)
Quinta, às 21h30 - Estudiantes (1) x (1) Fortaleza, em La Plata (ARG)