PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Flamengo não pretende multar Gabigol: "Assunto pessoal dele", alega vice

Polícia fecha cassino clandestino: Gabigol e MC Gui foram levados para a delegacia - Reprodução
Polícia fecha cassino clandestino: Gabigol e MC Gui foram levados para a delegacia Imagem: Reprodução
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

14/03/2021 10h28

Detido na madrugada deste domingo ao lado do cantor MC Gui, Gabriel Barbosa, o Gabigol, não deverá ser punido pelo clube que o mantém sob contrato. "Isso é assunto pessoal dele. Não viola qualquer vínculo contratual com o Flamengo. Aguardamos Gabriel na representação e torcemos que tenha um grande de ano, disse ao blog o vice-presidente jurídico rubro-negro, Rodrigo Dunshee de Abranches.

O atacante foi uma das cerca de 200 pessoas flagradas em um cassino no sofisticado bairro da Vila Olímpia, localizado zona sul de São Paulo. Todos foram levados para a delegacia, onde assinaram um termo se comprometendo a prestar depoimento futuro, antes de liberados. Como atletas de futebol cedem direito de imagem aos seus contratantes, em tese o atacante poderia ser multado pelo Flamengo.

"Depende do contrato. Eu não afastaria a possibilidade de multa, mas o contrato de imagem é feito por intermédio de uma empresa, então quem seria multado por violar esse contrato de imagem seria ela. Óbvio que, no caso, a empresa é do Gabigol, mas não seria ele multado diretamente", explica o advogado especializado na área esportiva João Henrique Chiminazzo.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube