PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Mauro Cezar Pereira


Nova lista de devedores e o assustador momento do "contratador" Corinthians

Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

20/02/2020 19h35

São R$ 5,3 bilhões! É o valor devido por clubes brasileiros à União. Quase metade (49%) concentrada em uma dezena deles, obviamente agremiações das mais importantes e populares do país. A matéria publicada pelo jornal Valor Econômico não deixa dúvidas quando à má gestão que impera no Brasil. E o Corinthians aparece, disparado, como o líder desse indesejável ranking (veja abaixo), com grande diferença para os que aparecem em seguida.

As informações são da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e foram enviadas ao Valor Econômico por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). Os repórteres Mariana Ribeiro e Raphael Di Cunto assinam a matéria. Claro que com o Profut (Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro) há os que têm esse débito controlado, sendo pago e eliminado no longo prazo. A reportagem destaca que no caso corintiano, a cifra apresentada "não considera o financiamento para construção de seu estádio na zona leste de São Paulo".

O Corinthians "não reconhece grande parte dos valores apontados pela União", destaca o Valor Econômico. O clube emitiu, inclusive, uma nota nesta quinta-feira. Mas não deixa de ser assustador para os torcedores ver o clube em primeiro nesta lista. Ainda mais quando ele se lembra da dívida relativa à Arena de Itaquera. E no começo de 2020 seus dirigentes seguiam contratando, foram buscar Luan no Grêmio, tentaram Michael, então no Goiás, entre outros.

Dívidas de clubes com a União (em R$ milhões)*
Corinthians 737,7
Atlético-MG 356,5
Vasco 256,5
Botafogo 251,6
Flamengo 224,2
Fluminense 173,8
Guarani 141,5
Internacional 130,1
Palmeiras 88,3
* débitos de clubes inscritos na dívida ativa
Fonte: Valor Econômico

Mauro Cezar Pereira