PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2019

Torcidas de Palmeiras e Ponte Preta brigam antes de jogo contra o Red Bull

Palmeirense fica ferido durante confusão com torcida da Ponte Preta em Campinas - MAYCON SOLDAN/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Palmeirense fica ferido durante confusão com torcida da Ponte Preta em Campinas Imagem: MAYCON SOLDAN/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

20/01/2019 21h27

Torcedores de Palmeiras e Ponte Preta entraram em confronto antes do jogo do time alviverde com o Red Bull, neste domingo (20), em Campinas, que terminou em empate por 1 a 1. Organizadas dos dois clubes brigaram em frente ao estádio Moisés Lucarelli, e a Polícia Militar usou balas de borracha e bombas de efeito moral para dispersar o tumulto.

Leia também:

Borja marca, mas Palmeiras cede empate ao Red Bull em estreia no Paulista
Felipão tem cólica intestinal e sai às pressas de entrevista do Palmeiras
Mauro Beting: Pós-temporada. Red Bull Brasil 1 x 1 Palmeiras

Pelo menos dois torcedores ficaram feridos na confusão e foram encaminhados ao hospital. De acordo com o canal SporTV, um palmeirense foi baleado na perna, e outro levou uma pancada na cabeça. Pelo menos dois torcedores da Ponte Preta foram detidos.

Informações iniciais da PM dão conta de que torcedores do Palmeiras tentaram invadir a sede da torcida organizada da Ponte Preta, que fica bem perto do portão principal do Moisés Lucarelli, o que teria dado início ao confronto.

Assim como acontece em clássicos na capital paulista, Ponte Preta e Guarani não podem receber em Campinas torcidas visitantes de clubes grandes, por determinação do Ministério Público de São Paulo. Essa proibição, porém, não se aplica ao Red Bull, clube-empresa com pouca torcida própria. No jogo deste domingo, praticamente todos os torcedores dentro do estádio eram palmeirenses.