PUBLICIDADE
Topo

Futebol Americano

Brady está na briga pelo 10º Super Bowl; veja o que feito significa

Tom Brady, durante vitória do Tampa Bay Buccaneers contra o New Orleans Saints pelos playoffs da NFL - Chris Graythen/Getty Images/AFP
Tom Brady, durante vitória do Tampa Bay Buccaneers contra o New Orleans Saints pelos playoffs da NFL Imagem: Chris Graythen/Getty Images/AFP

Lucas Tieppo

colaboração para o UOL, em São Paulo

23/01/2021 11h00

Resumo da notícia

  • Aos 43 anos, Tom Brady disputará neste domingo a sua 14ª final de conferência
  • Ex-Patriots, jogador do Tampa Bay Buccaneers está na sua 21ª temporada na NFL
  • Buccaneers enfrentam o Green Bay Packers na decisão da Conferência Nacional
  • Brady tem o dobro de presenças em finais de conferência do segundo colocado

Tom Brady está na sua 21ª temporada na NFL e disputará neste domingo a sua 14ª final de conferência. Isso mesmo, a cada três temporadas, o camisa 12 chegou à disputa por uma vaga no Super Bowl em duas. Este é mais um feito histórico obtido pelo veterano, que comandará o Tampa Bay Buccaneers contra o Green Bay Packers na decisão da Conferência Nacional, a primeira da sua carreira.

Aos 43 anos, ele tem o dobro de presenças em finais de conferência do segundo colocado. Dan Marino, ídolo e ex-quarterback do Miami Dolphins, disputou sete decisões da Conferência Americana.

Se Brady fosse uma franquia da NFL, ele estaria na terceira colocação no ranking de mais presenças em final de conferência. Pittsburgh Steelers e San Francisco 49ers chegaram 16 vezes cada à decisão, enquanto o New England Patriots chegou 15 vezes.

Maior jogador da história dos Patriots, Brady esteve presente em 13 destas finais, com nove vitórias e quatro derrotas. No Super Bowl, são seis vitórias e três derrotas.

Será a primeira vez que Brady disputará um lugar no Super Bowl longe da franquia que o draftou em 2000. Depois de 20 temporadas, o quarterback decidiu buscar novos ares e assinou um contrato de dois anos com o Tampa Bay Buccaneers.

Astro Tom Brady disputa playoffs pela primeira vez com o Tampa Bay Buccaneers - Mike Ehrmann/Getty Images - Mike Ehrmann/Getty Images
Imagem: Mike Ehrmann/Getty Images

Diferente da equipe anterior, acostumada a disputar finais e títulos, os Buccaneers não chegavam à final da Conferência Nacional desde 2002, quando venceram o Philadelphia Eagles e depois o Oakland Raiders no Super Bowl. A franquia da Flórida ainda perdeu outras duas decisões da NFC, em 1979 e 1999.

Comparando o histórico e o desempenho de Brady e da franquia em jogos decisivos, fica claro que o quarterback conseguiu mudar rapidamente o patamar da franquia. O time não disputava os playoffs da NFL desde 2007. Neste período, o camisa 12 ficou de fora apenas duas temporadas, sendo que em 2008 ele perdeu boa parte dos jogos com uma grave lesão.

Se Brady chegar ao 10º Super Bowl da sua carreira, ele ficará atrás apenas da sua ex-equipe, que disputou a decisão da NFL 11 vezes.

Além de recolocar os Bucs na final ser um grande feito pensando apenas no retrospecto da franquia, a Conferência Nacional tem sido mais equilibrada nos últimos anos se comparado com a Conferência Americana, dominada pelos Patriots.

Sete times diferentes venceram a Conferência Americana no século, enquanto 12 equipes venceram a Nacional.

Se Brady conquistar seu 10º título de divisão e acabar com a seca de 18 anos da franquia, os Buccaneers serão a primeira franquia da história da NFL a disputar uma final em casa. O Raymond James Stadium será o palco do Super Bowl 55 no dia 7 de fevereiro. Mais um feito para o quarterback colocar na conta.

Futebol Americano