PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Djokovic ganha ponto até caindo no chão e vira em 5 sets para ir às quartas

Getty Images
Imagem: Getty Images
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

07/06/2021 11h59

Por dois sets, Novak Djokovic sofreu contra o jovem Lorenzo Musetti. O italiano de 19 anos mostrou um repertório impressionante, um nível altíssimo e venceu dois tie-breaks para colocar o número 1 do mundo nas cordas. O veterano, contudo, reagiu. Parou de errar, elevou seu nível e pressionou o adolescente, que disputava pela primeira vez a chave principal de um slam e, com problemas físicos, desistiu do duelo no quinto set. Djokovic saiu com a vitória por 6/7(7), 6/7(2), 6/1, 6/0, 4/0 e abandono, que lhe rendeu uma vaga nas quartas de final em Roland Garros.

Depois de sair do buraco nesta segunda-feira, Nole vai encarar outro italiano na quarta. Seu rival será o número 9 do mundo, Matteo Berrettini, que avançou por WO graças à desistência de Roger Federer.

Como aconteceu

Quando Djokovic quebrou o saque de Musetti logo no terceiro game, parecia que a inexperiência do italiano, que disputa a primeira chave principal de slam de sua carreira, seria um obstáculo para o garotão. Quem pensou assim errou feio, errou rude. O adolescente devolveu a quebra no quinto game, apostando em longas trocas de bola e contanto com cinco erros não forçados do número 1 do mundo. Depois disso, o duelo ficou parelho, com ambos confirmando seus serviços até o tie-break. Assim como na parcial, Nole abriu vantagem, e Musetti chegou a sacar em 1/4. O italiano, porém, se recuperou e tomou a dianteira, conquistando três set points. Djokovic salvou os dois primeiros de forma brilhante, mas um winner de Musetti resolveu a parada: 7/6(7).

O garotão mostrava de tudo: golpes sólidos de direita e esquerda, mas em velocidades variadas e misturados com slices e curtinhas, além de uma ótima capacidade de improviso. Além disso, Musetti se defendia bem e mostrava que sabia quando usar cada tipo de golpe. Ele e Djokovic mais uma vez trocaram quebras de saque na primeira metade do segundo set, e Nole seguiu pressionado. O número 1 precisou salvar break points no sexto e no oitavo games antes de forçar mais um tie-break. Desta vez, foi Musetti quem disparou na frente. Depois de defender um smash e ver Djokovic errar feio em um golpe de vista, o italiano abriu 4/0. O veterano, aparentemente chocado, conseguiu muito pouco, e Musetti fechou o tie-break em 7/6(2), abrindo 2 sets a 0.

Depois de uma longa pausa, Djokovic voltou do banheiro e abriu o terceiro set em grande forma, vencendo 12 dos primeiros 15 pontos disputados. Assim, abriu 3/0 rapidamente, com uma quebra de vantagem. Ao mesmo tempo, Musetti aumentou seu número de erros não forçados, o que permitiu ao sérvio fechar o set em apenas 23 minutos: 6/1. A partir dali, o nível do italiano caiu ladeira abaixo, e o veterano tomou conta das ações, pressionando o serviço de Musetti e agredindo sem errar. O sérvio também venceu os 16 primeiros pontos do quarto set, e logo ficou óbvio que seria necessária uma quinta parcial para decidir o vencedor.

O último set começou depois de um atendimento médico em Musetti, e Djokovic venceu o primeiro ponto após escorregar e rebater a bola caído no chão. No embalo, anotou mais uma quebra de saque, e o italiano, que se mostrava cansado e incapaz de vencer pontos longos, nada conseguiu fazer para mudar a direção que a partida tomou. Nole mais uma vez disparou no placar e, quando tinha 4/0 de vantagem, viu o rival, sentindo dores, desistir da partida.

.

Quer mais conteúdo? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.