PUBLICIDADE
Topo

Podcast Saque e Voleio S02E25: sobre audiência e modernização no tênis

Divulgação/UTS
Imagem: Divulgação/UTS
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

17/07/2020 14h09

O podcast Saque e Voleio, no ar para os apoiadores do blog, chega hoje falando sobre a necessidade de modernizar o tênis. Ela existe? O público do tênis está mesmo envelhecendo? Que regras implementadas recentemente funcionaram? Quais as prováveis mudanças no futuro do esporte?

Começo o episódio citando números sobre audiência no tênis, tanto na ATP quanto na WTA, incluindo streaming, e mostrando por que é irrelevante o "estudo" citado por Patrick Mouratoglou, segundo o qual a idade média do fã de tênis é de 61 anos e será de 71 anos em 2030.

Em seguida, lembro das mudanças mais relevantes recentes, como a introdução do shot clock, a reforma da Copa Davis, o tie-break no quinto set de Wimbledon e volto a argumentar que a duração das partidas não é um problema tão grande quanto fazem parecer. Também cito outros eventos longos que vivem ótimo momento financeiramente.

Na parte final, falo sobre a retirada do let no saque e a possibilidade de a regra absorver tempos técnicos. Isso muda a essência do tênis? Em que formato funcionaria melhor? Qual o maior benefício de oficializar o coaching? Também lembro do episódio de Serena Williams na final do US Open de 2018 e o que isso tem a ver (ou não) com a regra. Por último, comento o Ultimate Tennis Showdown e as regras "revolucionárias" de Mouratoglou.

Quem já apoia o Saque e Voleio pode acessar o link para o episódio lá no Mural do Apoia.se.

Quem quiser pode aproveitar a ocasião para começar a apoiar o blog (com R$ 15 mensais, você tem direito a conteúdo exclusivo e newsletter semanal, além de brindes e promoções). Basta visitar o Apoia.se, conhecer melhor o programa de financiamento coletivo recorrente do Saque e Voleio e fazer sua contribuição.