PUBLICIDADE
Topo

Mercado da Bola

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Como o United passou o City e virou favorito a contratar Cristiano Ronaldo

Bruno Andrade

Mora em Lisboa desde 2015. Começou a carreira no LANCE! e depois virou correspondente internacional da Goal.com. Atualmente, trabalha também no jornal A BOLA e na TVI, ambos de Portugal - esteve antes no jornal O JOGO e Canal 11.

Colunista do UOL

27/08/2021 10h44

O Manchester United resolveu nas últimas horas entrar forte na disputa com o arquirrival Manchester City para contratar Cristiano Ronaldo. Os red devils, inclusive, já iniciaram conversas com o representante do jogador, o português Jorge Mendes, da Gestifute, e discutem agora a assinatura de um contrato de duas temporadas (até junho de 2023).

"Agora está 80% para o United, 20% para o City", disse uma fonte próximo ao craque português.

Com o desejo de "sair imediatamente" da Juventus, segundo palavras do treinador Massimiliano Allegri, Ronaldo tem desde o começo da semana um acordo verbal com o City, também num vínculo válido por duas temporadas.

A demora dos citizens para atingirem um acerto financeiro com os italianos, no entanto, acabou por influenciar na decisão do United de tentar recuperar Cristiano Ronaldo, com quem teve uma ligação de sucesso de seis temporadas (2003 a 2009).

Para vender CR7, que tem contrato de mais uma temporada (até junho de 2022) e vai passar o "decisivo" fim de semana em Lisboa, a Juventus pede cerca de 30 milhões de euros (R$ 185 milhões). A janela de transferências na Europa se encerra na terça-feira.