PUBLICIDADE
Topo

Julio Gomes

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Ida de Marinho para o Flamengo é bom negócio para todo mundo

Conteúdo exclusivo para assinantes
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

27/01/2022 16h26

Marinho vai jogar no Flamengo. Queria ir forrar a conta bancária de dinheiro nas Arábias, mas não pintou proposta. Ele queria sair (creio que os santistas já sabem disso há mais ou menos um ano) e o melhor era que saísse mesmo. Foi um bom negócio para todos.

Para Marinho, é bom porque já tem 31 anos e consegue um contrato em um clube de ponta do país. Não precisará mais ser o centro das atenções e pode ganhar títulos importantes. Michael está aí para nos mostrar como sempre há espaço para ser aproveitado em elencos de times que jogam muitas competições - ainda mais em ano de Copa.

Por falar em Michael, a venda dele para o Al Hilal, por R$ 45 milhões, é crucial para interpretarmos a contratação de Marinho como boa para o Flamengo. OK, você troca um jogar de 25 anos por um de 31. Mas com um saldo positivo de 37 milhões na conta. Será que haveria uma venda melhor de Michael no futuro? Duvido. E será que haveria algum outro jogador de lado de campo disponível, que pudesse manter o nível do elenco? Também duvido.

Acho até que Marinho pode dar mais opções em campo do que Michael, além de ser um jogador já experiente e acostumado à pressão. Admito que Michael tenha sido o melhor jogador do Flamengo em 2021 e não quero minimizar a perda. Mas o negócio é simplesmente muito bom. Vender na alta, comprar na baixa, o básico mandamento para um bom empresário.

E o Santos? Bem, o Santos perderia Marinho de graça no final do ano - ele já poderia assinar com outro clube no meio do ano. Era um cara que não queria mais jogar pelo Peixe, pelo menos foi possível receber uma grana. Nas condições do Santos, 8 milhões na conta agradam. Marinho já foi, agora é olhar para frente.

Bom para o Flamengo, para o Santos e para Marinho. Página virada.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, Marinho tem 31 anos, e não 32 anos. O erro foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL