PUBLICIDADE
Topo

Julio Gomes

Danilo, titular de Tite, vira curinga também na Juventus

Danilo, lateral direito (ou esquerdo?) da Juventus - Juventus FC/Divulgação
Danilo, lateral direito (ou esquerdo?) da Juventus Imagem: Juventus FC/Divulgação
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

20/10/2020 15h50

Tite escalou a seleção nos dois primeiros jogos das eliminatórias sul-americanas com Danilo pela direita. Mas não como um lateral de profundidade e, sim, um lateral construtor pelo meio, compondo a linha defensiva com os zagueiros - enquanto Renan Lodi, do outro lado, fazia o papel de lateral ofensivo e agudo.

Nesta terça, na abertura da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, Danilo atuou da mesma forma. Mas como lateral esquerdo!

Não é a primeira vez que acontece, mas mostra como Pirlo vai cada vez mais consolidando a ideia.

Os primeiros jogos tiveram vitória da Juventus sobre o Dynamo Kiev por 2 a 0 e do Brugge sobre o Zenit St Petersburgo por 2 a 1, ambas fora de casa.

Na Ucrânia, Pirlo montou uma linha com Bonucci, Chiellini e Danilo, permitindo que Cuadrado jogasse aberto pela direita. Chiellini logo se machucou, entrou Demiral em campo e Danilo seguiu da mesma forma. Quando a Juventus tinha a bola, ele participava da saída de bola pela esquerda. Sem a bola, fechava como um lateral defensivo. Nunca foi à frente, como um ala.

Eu não sou fã do futebol de Danilo, confesso. Acho alucinante que ele tenha feito uma trajetória por Real Madrid, Manchester City e Juventus - é óbvio que ele tem virtudes que eu não enxergo ou valorizo. Acho que Tite ainda não sabe ao certo quem será seu lateral direito quando a Copa do Catar começar. Daniel Alves chegará lá? Alex Sandro? Não se sabe.

O fato é que Pirlo e Tite estão enxergando a mesma coisa e, se Danilo seguir nas convocações, a seleção brasileira terá um curinga no setor defensivo. Se o cara cumpre o papel que lhe é dado dos dois lados do campo, é claro que ele ganha pontos - e até abre espaço para uma convocação mais criativa.

A partida pela Champions foi vencida por 2 a 0 pela Juventus contra o Dynamo Kiev, com presença de torcida. Foram dois gols de Morata, em um jogo em que Cristiano Ronaldo ficou fora e Dybala só atuou no segundo tempo.

A Juventus controlou a posse na maior parte do jogo, mas sentiu falta de criação e chegada. Tudo melhorou no segundo tempo, com a entrada de Dybala. No fim, o Dynamo pressionou, teve chances, mas ficou no zero. A Juve e Pirlo ainda têm um longo caminho a percorrer se quiserem se colocar entre os reais candidatos a título europeu, mas pelo menos a pressão fica aliviada neste início de trabalho.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL