Danilo Lavieri

Danilo Lavieri

Siga nas redes
ReportagemEsporte

Palmeiras coloca cláusulas para se proteger de calote em venda de Artur

O Palmeiras trabalha com cláusulas especiais no contrato de venda de Artur ao Zenit para evitar calotes e atrasos de pagamento por parte do clube russo. Serão 15 milhões de euros, o que significa quase R$ 80 milhões na cotação atual, além dos quase R$ 16 milhões que ainda podem ser pagos como bônus por metas.

O negócio é considerado excelente, uma vez que o jogador tem 25 anos e terminou a temporada como reserva. Ele foi comprado recentemente por 8 milhões de euros, o que significa que a transação poderia render um retorno muito acima do esperado. Até por isso, há cautela na hora de dar o negócio como fechado.

A proteção básica será exigir garantias bancárias. Com elas, o Verdão tem a certeza que seria indenizado caso o time não honre com os seus compromissos. Além disso, o acordo contará com uma alta multa por atraso, o que, na teoria, força os russos a serem pontuais com o pagamento.

O Palmeiras trabalha para colocar no contrato até mesmo um pagamento feito sem passar por bancos russos, para não depender dos trâmites que já deram dor de cabeça a outros clubes brasileiros, como o Internacional, que chegou até a ir à Fifa, e o Corinthians, que sofre com a falta de transparência em negócios recentes.

Recentemente, o time de Palestra Itália teve dores de cabeça para receber o pagamento por parte do Al-Sadd, que contratou Giovanni e, recentemente, surgiu como candidato a tirar Abel Ferreira.

A venda de Artur ao Zenit ainda tem outra particularidade. O negócio está sendo tocado por dois empresários. Um deles é Nick Arcuri, que era agente do atacante até outubro e, hoje, atua na negociação direta entre Palmeiras e Zenit, uma vez que ele tem nas mãos a chamada carta de venda. O outro é Paulo Pitombeira, empresário que assumiu a carreira do jogador e trabalha na relação entre seu novo agenciado e o clube russo.

Com essa grana em mãos, o Palmeiras vai ao mercado para contratar uma reposição que tem características parecidas. Vale lembrar que a diretoria já havia prometido a Abel Ferreira, no meio deste ano, que seria mais ativo no mercado para 2024.

Aníbal Moreno já foi anunciado, contratado do Racing, com Caio Alexandre, do Fortaleza, e Cauly, do Bahia, sendo outros alvos. Por enquanto, além da venda de Artur, o Palmeiras também trabalha com a saída de Jailson.

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter, no Instagram e no TikTok

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes